NOVEMBRO AZUL

Pesquisa aponta que câncer de próstata é o que mais mata no Maranhão

No estado do Maranhão esse tipo de câncer é o mais incidente entre os homens, sendo que representa 43,18%, dentre todos os outros, com exceção dos de pele

Reprodução

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), pelo menos 68.220 novos casos são diagnosticados a cada ano no Brasil, sendo a segunda causa de morte entre os homens, com 14 mil óbitos anuais. 

No Maranhão, são estimados 1.220 novos casos, e 240 na capital. Esses números correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens. 

Mais chocante é que um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata. 

Por isso, o mês de novembro é dedicado à conscientização dos homens sobre a importância de cuidarem da saúde e prevenirem doenças.

No novembro azul, o objetivo é alertar para a importância da prevenção, diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação do paciente. 

No entanto, é necessário ter, não apenas neste mês, mas em todos os dias do ano, um cuidado integral com a saúde do homem, tendo em vista que existem outros problemas que podem surgir, incluindo o câncer de pênis. “Em relação ao câncer de pênis, os principais fatores de risco são a falta de higiene do órgão, fimose, infecções virais e comportamento sexual de risco. É fundamental intensificar a difusão de informação qualificada sobre estes temas para a sociedade”, ressalta o cirurgião oncológico Gustavo Guimarães.

Com o tema “Homem seja consciente, cuide-se! ”, o Governo do Maranhão iniciou a campanha Novembro Azul, mês de conscientização sobre os cuidados integrais com a saúde do homem.

O quadro epidemiológico dos usuários homens no Brasil aponta que mortes precoces e doenças graves e crônicas são fatores considerados de maior vulnerabilidade, quando comparados às mulheres e às crianças. 

O Maranhão encontra-se em consonância com os dados epidemiológicos do Brasil. 

Segundo os dados, as pessoas do sexo masculino são mais vulneráveis às doenças, sobretudo no que se refere a enfermidades graves e crônicas, entre outros.

Em relação ao câncer de pênis, os principais fatores de risco são a falta de higiene do órgão, fimose, infecções virais e comportamento sexual de risco

Rede estadual de saúde com atendimento integral

De acordo com a secretária adjunta de Assistência à Saúde da SES, Carmen Belfort, a rede estadual de saúde oferece atendimento integral para os homens, assim como atividades alusivas ao Novembro Azul. “Durante o mês de novembro iremos intensificar ações de acompanhamento e de sensibilização para que o homem se cuide. Em São Luís, por exemplo, temos duas unidades de referência para saúde do homem, o Centro de Especialidades Médicas do Diamante e o Centro de Saúde Genésio Rego, onde ofertamos clínica médica, urologia e outras necessidades que o homem venha precisar de prevenção, acompanhamento e tratamento. Na rede, contamos ainda com os serviços da Unidade Mista do Maiobão e da Policlínica de Matões do Norte”, disse Carmen Belfort.

Entre os meses de novembro e dezembro, o Hospital Dr. Carlos Macieira fará cerca de 200 cirurgias urológicas eletivas, além de atividades educativas nas unidades.

Novembro Azul
A campanha é uma iniciativa criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, desde 2012. A ideia é promover uma mudança no conceito de ir ao médico, encorajando os homens a fazerem exames de rotina e a cuidarem da saúde constantemente.

O mês de novembro foi escolhido para a prevenção masculina justamente porque no dia 17 se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.  O foco da campanha é conscientizar os homens, principalmente aos 50 anos de idade para irem ao urologista conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Na fase inicial a doença não apresenta sintomas. Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

Em São Luís, por exemplo, temos duas unidades de referência para saúde do homem, o Centro de Especialidades Médicas do Diamante e o Centro de Saúde Genésio Rego

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias