DESCONECTANDO

5 truques para combater o “vício” em celular

Essa espécie de vício ganhou até um nome: o medo irracional de perder acesso ao celular tem sido chamado de “nomofobia”, do inglês “no mobile phone phobia”, ou fobia de não ter telefone móvel

Ver que horas são, checar os grupos do WhatsApp, dar uma espiada no Facebook e no Instagram, conferir o Match recebido ou simplesmente desbloquear a tela só para voltar a bloqueá-la em seguida.

Você já parou para pensar quanto tempo por dia passa diante do celular? E quanto desse tempo foi realmente bem empregado?

Diferentes estudos de empresas de marketing e de aplicativos estimam que, em média, consultamos nosso celular mais de 100 vezes ao dia.

text email GIF by tunadunn

Essa espécie de vício ganhou até um nome: o medo irracional de perder acesso ao celular tem sido chamado de “nomofobia”, do inglês “no mobile phone phobia”, ou fobia de não ter telefone móvel.

Não é considerado uma doença ou mesmo um transtorno psicológico, mas pode gerar incômodos tanto no ambiente de trabalho quanto nos relacionamentos pessoais.

É claro que as grandes empresas de tecnologia querem mais é que passemos mais tempo na tela – pense nas constantes notificações que você recebe dos aplicativos e na reprodução automática de vídeos no YouTube e na Netflix.

Tristan Harris trabalhava para o Google justamente idealizando novas maneiras de agarrar mais a atenção dos usuários. Hoje ex-empregado da empresa, ele iniciou um contramovimento para evidenciar esse tipo de técnica e dar dicas para combatê-las.

Seu objetivo, diz, é que tanto a indústria como a sociedade usem a tecnologia de forma mais ética e consciente.

A seguir, cinco de seus conselhos:

Próxima »1 / 7
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias