IMUNIZAÇÃO

Campanha de vacinação antirrábica começa nesta sexta-feira

Ação, parte da política pública de saúde da gestão do prefeito Edivaldo, prossegue até abril e tem como meta imunizar 160 mil animais em toda a capital maranhense

A VACINAÇÃO SERÁ REALIZADA AS SEXTAS-FEIRAS E SÁBADO ATÉ O MÊS DE ABRIL

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), inicia nesta sexta-feira (8) a Campanha de Vacinação Antirrábica, que vai imunizar cães e gatos contra a raiva.

A ação, que segue orientação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, vai começar no distrito Centro e será realizada todas as sextas-feiras e sábados, com um efetivo de mais de 200 técnicos que vão vacinar de casa em casa, até o mês de abril. A meta é imunizar 160 mil animais em toda a capital maranhense.

“A gestão do prefeito Edivaldo está fazendo sua parte e nossa equipe foi treinada e está preparada para cumprir a meta estabelecida, mas devemos lembrar que a colaboração dos donos dos animais é muito importante para o êxito da campanha.

Eles precisam entender que a imunização é a única estratégia para prevenir a raiva, que é uma doença quase sempre letal”, alerta o secretário.

O coordenador da Unidade de Vigilância Epidemiológica (UVZ), João Batista Pires, diz que apenas cães e gatos com idades a partir de três meses podem receber a vacina antirrábica, e a única restrição é para animais que estejam doentes e fêmeas no último mês de gestação.

Ele pede a colaboração da população. “É importante que durante a vacinação o animal seja conduzido por um adulto; e pedimos também que o dono da casa verifique a identificação do agente vacinador antes de permitir a entrada”, orienta João Batista.

O último caso de raiva registrado em São Luís foi no ano de 2013, e desde o início da gestão Edivaldo a manutenção do controle epidemiológico tem sido prioridade, com a realização anual das campanhas de vacinação e disponibilização da vacina antirrábica nas unidades de saúde.

A raiva é uma infecção viral aguda, transmitida para seres humanos a partir da mordida, lambida ou ferida causada por animais infectados.

A doença é considerada fatal, com índice de letalidade de aproximadamente 100%.

Entre os sintomas da doença no animal estão mudança de comportamento, dificuldade para engolir e excesso de salivação.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias