Imunização

4,7 milhões já se vacinaram contra a gripe; Tire suas dúvidas

Neste ano, a meta do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas. Saiba quem são os grupos especiais e porquê devem se vacinar

vacina gripe

Vacina contra a Influenza (Foto: Marcello Casa Jr/AgenciaBrasil)

Os postos do Sistema Único de Saúde (SUS) estão de portas abertas desde a última segunda-feira, 23, para a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. O Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina que estão sendo entregues em etapas aos estados. Cerca de 4, 7 milhões já se vacinaram só nesta semana

A imunização terá no sábado 12 de maio, o “Dia D” de mobilização nacional, com os 65 mil postos de vacinação em todos os estados abertos para que a imunização seja intensificada. A campanha será concluída, sem possibilidade de prorrogação, em 1º de junho.

Neste ano, a meta é vacinar 54,4 milhões de pessoas, sendo 43 milhões de idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto. Dessa população, 9% já receberam a vacina.

Por que me vacinar?

A vacina contra gripe reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Segura, ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS, (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Quem tem prioridade?

Estão no grupo prioritário quem tem 60 anos de idade ou mais, crianças de seis meses a menores de 5 anos, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui jovens em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional. O Ministério da Saúde conta mais de 54 milhões de brasileiros nessas situações.

E as pessoas com condições clínicas especiais?

Assim como as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, também devem se vacinar, porém com apresentação de prescrição médica no ato da vacinação. Aqueles pacientes que forem cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Como será o Dia D?

A mobilização nacional, em 12 de maio, abrirá 65 mil postos de vacinação espalhados pelo País. Mais de duzentas mil pessoas estarão envolvidas, seja nas unidades de rotina ou nas volantes.

Dicas para prevenção

O vírus influenza é transmitido pelo contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com boca, olhos e nariz. Cuidados simples ajudam na prevenção: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS