DESCOBERTAS

Vírus zika pode eliminar tumor cerebral comum em crianças

O estudo foi publicado nesta quinta-feira, 26, na revista Cancer Research, da Associação Americana para o Pesquisa do Câncer

O zika deixou em 2015 autoridades mundiais em alerta, por conta da ligação vírus com nascimentos de crianças com microcefalia. Inúmeras campanhas de prevenção foram realizadas, bem como ações para atender mães e bebês com a síndrome congênita. No entanto, este ano, pesquisadores do Centro de Estudos do Genoma Humano e Células-Tronco mostraram pela primeira vez, em animais, que o vírus, em baixa concentração, pode eliminar tumores cerebrais comuns em crianças.

Os estudos foram realizados sobre tumores embrionários cerebrais, de células humanas, frequentes em crianças e adolescentes, induzidos em 29 camundongos de baixa imunidade. Em 20 deles, os tumores regrediram, e em sete, o tumor desapareceu. Em alguns casos, o vírus também foi efetivo contra metástases – ou eliminou o tumor secundário, ou inibiu seu desenvolvimento.

Agora, os cientistas entrarão na primeira fase dos testes, agora feitos em crianças, em parceria com o Instituto Butantan. “A gente vai ter que segurar a ansiedade e não colocar a carroça na frente dos bois. É muito importante começar com dois ou três pacientes antes e, se der certo, fazer isso para um número maior”, disse a coordenadora do centro e uma das principais autoras do estudo, Mayana Zatz.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS