CORONAVÍRUS

No Maranhão

588
353700
311296
10135
PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS

CPI dos Combustíveis entrega relatório

O relatório será votado pelos membros da CPI e após a aprovação será encaminhado para os órgãos competentes.

Foto: reprodução

Hoje a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis, presidida pelo deputado estadual Duarte Jr. (PSB), vai dar um passo importante nas investigações, pois será aprensentado o relatório do processo investigativo. Após o relatório ser apresentado, ele deve seguir para ser entregue e protocolado no Ministério Público Estadual (MPE).

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito vão mostrar os detalhes das investigações em um evento realizado às 9h desta sexta-feira (9), no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

O relatório será votado pelos membros da CPI e após a aprovação será  encaminhado para os órgãos competentes. Além do presidente da CPI, devem participar da coletiva, o Relator Roberto Costa, entre outros membros, como os deputados Wellington  do Curso e Henrique Lula.

A apresentação  também será transmitida ao vivo pela TV Assembleia e pelo Canal da TV Assembleia, no YouTube.

Na manhã de ontem, mesmo com o não comparecimento do depoente Josival Cavalcanti, mais conhhecido como Pacovan, para prestar esclarecimentos, o presidente e o relator da CPI decidiram não pedir prorrogação das comissão.

Um dos depoimentos mais esperados pela CPI, o depoente Josival Cavalcanti, o Pacovan, não compareceu na Assembleia Legislativa na última terça-feira (6), por força de uma decisão judicial tomada pelo desembargador João Santana, que concedeu habeas corpus ao empresário, garantido a ele o direito de permanecer em silêncio e a suspensão  temporária  do seu depoimento, junto à CPI.

O deputado Duarte Jr. questionou o motivo que levou a testemunha de desistir de se pronunciar. “Estava aqui no dia, hora e local marcado. Não entendi para onde foi toda a ansiedade dele. Quem não deve, não teme”.

O relator da CPI, o deputado Roberto Costa, também falou sobre a decisão de Pacovan. “É importante deixar claro que a ausência no depoimento  do Pacovan,  não vai comprometer as investigações  e nem a produção do relatório, que deve ser entregue, em breve, à justiça”.

O empresário foi intimado na semana passada pelos deputados que presidem a CPI, após o depoimento de Rafaely de Jesus Souza Carvalho. Na ocasião ela afirmou que teria apenas emprestado o seu nome para o empresário usar, como se ela fosse a proprietária da Rede de Postos Joyce. Empresas que durante as investigações apresentaram uma série de movimentações suspeitas, entre elas, um volume bem maior de venda de combustíveis, do que o de compra, verificadas por meio da quebra de sigilo fiscal.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias