CORONAVÍRUS

No Maranhão

1068
218156
203423
4994
CASO SILVEIRA

Juscelino prevê até 60 dias para votação de parecer final para caso Silveira

Juscelino Filho diz que no momento não quer se alongar em comentários porque conduzirá o processo, mas mostra contrariedade com as atitudes de Silveira

Reprodução

Presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Juscelino Filho (DEM-MA) prevê a votação de um parecer final para o caso de Daniel Silveira (PSL-RJ) em até 60 dias.

O parlamentar foi preso em flagrante na terça-feira (16) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Juscelino Filho diz que no momento não quer se alongar em comentários porque conduzirá o processo no conselho, mas mostra contrariedade com as atitudes de Silveira.

“É um caso bem delicado, mobilizou bastante Congresso, Supremo, a sociedade como um todo. Todos nós temos que ser responsáveis pelo que dizemos e fazemos. Ainda mais os parlamentares. Não podemos confundir imunidade com impunidade. Temos que delimitar até onde vai a imunidade parlamentar”, diz Juscelino.

Ele pretende chamar a primeira reunião do conselho para terça-feira (23), com o caso de Silveira como prioridade.

“Designando um relator na terça-feira, Damos até dez dias úteis para defesa. Depois de apresentada a defesa, até 40 dias úteis de instrução probatória. Tudo bem rápido, sem contratempos, prevejo de 50 a 60 dias corridos para a votação do parecer final”, diz o presidente.

O mandato de Juscelino e dos demais membros dura até a próxima eleição do conselho, que está prevista para meados de março. Caso sejam substituídos de fato no mês que vem, diz, a conclusão do processo se dará pelas mãos do próximo conselho.

Membro do DEM, Juscelino diz que tocará a presidência com “total isenção”. “A atuação do conselho é totalmente independente, todos os membros são eleitos justamente para tirar essa influência do partido”.

Acusado de adesismo após a disputa pela presidência da Câmara vencida por Arthur Lira (PP-AL), o DEM terá papel central na definição do futuro de Daniel Silveira, já que além de Juscelino ser presidente do conselho, Alexandre Leite (DEM-SP) poderá ser o relator do processo caso o PSL opte pelo aditamento em representação que existe contra Silveira (uma via para que o processo seja agilizado).

O deputado é filho de Milton Leite, presidente da Câmara Municipal de São Paulo e aliado de João Doria (PSDB-SP)

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias