CORONAVÍRUS

No Maranhão

5125
162583
152672
3580
PREFEITURA

Pré-candidatos voltam a focar nas eleições de 2020

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, pré-candidatos à prefeitura de São Luís investem em projetos e movimentos políticos para trair a atenção dos eleitores

Reprodução

Com os olhos voltados para eleições de 2020, os pré-candidatos à prefeitura de São Luís começaram a movimentar a sua agenda política, independentemente da votação ocorrer nas datas já previstas na legislação eleitoral (04/10 outubro o 1º turno e 25/10 o 2º turno) ou nos dias 15 de novembro e 6 de dezembro, data proposta por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Com o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), fora da disputa da eleição deste ano, após anunciar apoio dele e o seu partido ao nome do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), a corrida eleitoral promete ser mais acirrada.

Osmar Filho informou, que a decisão de não manter sua candidatura para prefeito foi tomada de maneira coletiva, em um diálogo que envolveu lideranças do PDT, com o senador Weverton Rocha e o vereador Raimundo Penha, presidentes dos diretórios estadual e municipal, respectivamente, além de filiados e representantes dos movimentos sociais partido.

De forma consensual, segundo Osmar, também foi batido o martelo acerca do apoio a Neto Evangelista.  Questionado sobre uma indicação do PDT para compor, como um candidato a vice-prefeito, a chapa encabeçada por Neto, Osmar admitiu a possibilidade, mas reiterou que este debate ainda está em andamento.

Por meio de suas redes sociais, Neto Evangelista, repercutiu o apoio de Osmar Filho e do PDT.

“Agradeço ao Presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho, pelo apoio à minha pré-candidatura à Prefeitura de São Luís. A decisão tem o consenso das principais lideranças políticas do PDT do Maranhão comandado pelo senador Weverton Rocha”, disse Evangelista. O parlamentar que também acrescentou que a sua candidatura à prefeito é um projeto coletivo.

“As fileiras estão engrossando e eu tenho certeza absoluta que daqui em diante mais pessoas farão adesão ao nosso projeto político para a construção de um plano de desenvolvimento para a nossa cidade”, ressaltou o parlamentar que está licenciado da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Questionado por O Imparcial sobre o apoio do PDT à candidatura de Evangelista, o senador e presidente estadual do partido, Weverton Rocha, disse: “Neto Evangelista é um jovem deputado que tem apresentado trabalho e capacidade de diálogo. Duas qualidades importantes para um prefeito. Em razão disso, a bancada do PDT na Câmara Municipal e a militância do partido já demonstraram interesse em apoiá-lo como candidato a prefeito de São Luís, em 2020″.

“Como presidente estadual, seguirei o sentimento da base partidária”, disse o parlamentar.

Na contratamão

Na contramão, o pré-candidato a prefeito de São Luís, Carlos Madeira, do Solidariedade, foi o primeiro do país a defender a suspensão das eleições municipais de 2020, em virtude da pandemia do coronavírus. A economia para os cofres públicos com a suspensão das eleições giraria em torno de R$ 8,8 bilhões de reais entre despesas com o  Fundo Eleitoral para partidos políticos  e  custos da Justiça Eleitoral.

“Acho prudente a completa reformulação do calendário eleitoral, com a suspensão das eleições deste ano. Esse assunto somente poderá ser tratado por norma constitucional, mas uma Emenda à Constituição pode ser encaminhada ao Congresso para modificar a Constituição Federal e prorrogar os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores por 6 meses”, defendeu Madeira através de sua conta no integram. A sugestão do pré-candidato  e  Juiz Federal  aposentado é que o pleito de 2020 seja adiado para o primeiro semestre de 2021.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Inventas
Entretenimento e Cultura
Checamos