POLÍTICA

Líder do PCC diz que facção tinha ‘diálogo cabuloso’ com PT

Em ligações interceptadas pela Polícia Federal, o líder da facção critica o ministro Sérgio Moro e menciona um suposto envolvimento do PCC com o PT

Reprodução

Uma ligação interceptada pela Polícia Federal durante a Operação Cravada – que investiga o núcleo financeiro do PCC (Primeiro Comando da Capital) – revela um dos líderes da facção afirmando que possuía um “diálogo cabuloso” com o PT e criticando o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. “Ele [Moro] já começou a atrasar quando foi para cima do PT”, declarou na gravação.

A operação levou às ruas de sete estados 180 agentes da Polícia Federal, para cumprir 30 mandados de prisão. 28 pessoas acabaram presas desde a última quarta-feira (7). A PF declarou que, durante as interceptações telefônicas, foi encontrado vínculo do PCC com partidos políticos, “o que nesse momento não está dentro dos objetivos da investigação e, semelhante a questão de corrupção de agentes públicos, temos a necessidade de encerrar a chamada fase sigilosa da investigação”.

Ainda segundo a PF, o líder em questão é conhecido como “Elias” e possui poder de mando e decisão sobre os demais integrantes. Em ligações interceptadas desde o dia 22 de abril e adquiridas pelo Estadão, Elias conversa com outros membros da facção – chamados “Salim” e “Rolex” – o chefe do PCC critica o governo e Sérgio Moro.

“Os caras tão no começo do mandato dos cara, você acha que os cara já começou o mandato mexendo com nois irmão. Já mexendo diretamente com a cúpula, irmão. O… o… quem tá na linha de frente. (…) Com nois já não tem diálogo, não, mano. Se vocês estava tendo diálogo com outros, que tava na frente, com nois já não vai ter diálogo, não. Esse MORO aí, esse cara é um filha da puta, mano. Esse cara aí é um filha da puta mesmo, mano. Ele veio pra atrasar.”

Então, Elias menciona um suposto alinhamento com o PT: “ele começou a atrasar quando foi pra cima do PT. Pra você ver, o PT com nois tinha diálogo. O PT tinha diálogo com nois cabuloso, mano, porque… situação que nem dá pra nois ficar conversado a caminhada aqui pelo telefone, mano. Mas o PT, ele tinha uma linha de diálogo com nois cabulosa, mano”.

“ESSE VERME AI QUE ENTROU AI”, mano, ele veio para querer mostrar serviço, mano, pra querer falar que “COM ELE É DESSA FORMA”, e que “NAS OUTRA ADMINISTRAÇÃO TAVA TUDO ERRADO”. Então, eles tão vindo nesse caminho, de querer mostrar que tudo que os outros estavam fazendo tava errado. Então, pode ter certeza, meu amigo, esse “VERME” aí ele vai ô…primeiramente irmão: “MEXEU, NÃO TEVE UMA RESPOSTA, ATÉ AGORA NÃO TEVE UMA RESPOSTA AINDA!”. Os cara falou o quê? Falou: “oh mano, os cara não quer, não quer guerra”. Mas só que o… “A GENTE TEM QUE DESESTRUTURAR AS PEÇA CHAVE”. As peça chave que ele sabe que eles tem o tabuleiro quem é.

“E que esse “MORO” aí mano, “ESSE CARA AI É UMA FILHA DA PUTA”, mano. Esse cara aí é um filha da puta mesmo, mano. Ele veio pra atrasar. “ELE JÁ COMEÇOU A ATRASAR O …QUANDO FOI PRA CIMA DO PT”. Pra você ver, o “PT COM NOIS TINHA DIÁLOGO! O PT TINHA UM DIÁLOGO COM NOIS CABULOSO”, mano, é porque é situações que não dá nem pra gente ficar conversando essas caminhada pelo telefone, mano. Mas o PT, ele TINHA UMA LINHA DE DIÁLOGO COM NOIS CABULOSA, mano”, afirma.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias