POLÍTICA

“Bolsonaro erra ao rebaixar o valor do salário mínimo”, afirma deputado Rubens Jr

Como primeiro ato à frente da presidência, Bolsonaro aumenta salário mínimo abaixo do esperado pela oposição

Rubens Junior é deputado federal pelo estado do Maranhão (Foto: Divulgação/Ascom)

O deputado federal Rubens Junior (PCdoB-MA) criticou o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que em um dos seus primeiros decretos, aumentou o salário mínimo abaixo do que estava previsto nas lei orçamentária.

“Para este ano, havia previsão orçamentária para um valor de R$ 1.008. Mas em seu primeiro ato, o presidente Jair Bolsonaro determinou um reajuste inferior a esse [R$ 998]. Não se deve fazer ajuste fiscal em cima do salário mínimo. Os mais pobres não devem pagar esta conta”, afirmou Pereira Jr.

Pelo valor, alega o deputado, o Governo Federal vai subtrair da renda das famílias cerca de R$ 2,5 bilhões, retirados dos que recebem aposentadorias, pensões, seguro desemprego, abono salarial e outros benefícios assistenciais vinculados ao salário mínimo. “Conceder um valor inferior revela um governo que pretende nivelar por baixo os direitos dos trabalhadores”, disse.

Em 2017 e 2018 o governo Temer também concedeu reajustes para o salário mínimo inferiores às estimativas das leis orçamentárias. Sem levar em consideração durante esse período, o aumento publicado por Bolsonaro é o menor desde 2012. O decreto foi assinado também pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Para 2017, o salário mínimo foi fixado em R$ 937, com um reajuste de 6,48%. No ano anterior, a inflação foi de 6,58%. Em 2018, o valor determinado foi de R$ 954, com um reajuste de 1,81%, quando a inflação foi de 2,07%.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias