ECONOMIA

Gestão compartilhada é essencial para o novo governo, diz Maílson da Nóbrega

Outro aspecto destacado pelo ex-ministro é a questão das reformas. “A reforma da previdência é crucial, principalmente por garantir a confiança dos investidores em papéis públicos”, destacou.

Reprodução

O economista e ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, ministrou palestra para o setor de revenda de combustíveis durante o I Worshop de Combustíveis do Maranhão, que aconteceu nesta sexta-feira, dia 30, no Rio Poty Hotel. O evento foi realizado pelo Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão. Em sua fala, o ex-ministro fez uma apresentação com foco dos desafios e perspectivas econômicas do novo governo.

No geral Maílson da Nóbrega destacou o momento de otimismo vivido no país para o novo governo, principalmente na esfera econômica. “As instituições permitem corrigir erros”, destacou. Para ele, o novo presidente, Jair Bolsonaro, precisa ter a capacidade de desenvolver e criar uma gestão compartilhada em seu governo, formando coalizões e assim articulando o cenário político brasileiro, porém é necessário cautela para este primeiro ano de governo. “Há necessidade de uma grande articulação política para viabilizar as diversas medidas a serem tomadas, garantindo a governabilidade” ressaltou.

Outro aspecto destacado pelo ex-ministro é a questão das reformas. “A reforma da previdência é crucial, principalmente por garantir a confiança dos investidores em papéis públicos”, destacou. A reforma tributária também tem papel de relevância para a restauração da produtividade e abertura da economia. Além disso, o governo deverá trabalhar para saldar as inadimplências dos estados, negociando dívidas e saneando as contas.

Para o presidente do Sindcombustíveis, Leopoldo Santos, a fala do ex-ministro foi esclarecedora no que se refere a uma visão ampla do cenário econômico para a próxima gestão. “Estamos confiantes no próximo governo para uma melhoria em todo cenário econômico, o que trará benefícios a todos os setores sociais”, destacou.

O vice-presidente para Assuntos de Finanças e Economia da Associação Comercial do Maranhão, Fernando Duailibe, destacou a importância da fala do ex-ministro para esclarecer o cenário econômico brasileiro que está por vim. “Esclarecedor os pontos destacados pelo ex-ministro Maílson da Nóbrega, pois abre nossa visão para s oportunidades de desafios da próxima gestão”, declarou.

O secretário de Estado de Indústria e Comércio do Maranhão, Simplício Araújo, representando o Governador no evento, ressaltou que o Governo de Estado tem todo interesse, como agente público, em colaborar com as medidas necessárias para a abertura de mercado. “O Maranhão tem grande potencial e vem desenvolvendo políticas de incentivo ao crescimento dos setores econômicos”, informou.

Ao final de sua fala, às 260 pessoas presentes, entre revendedores de combustíveis, autoridads e convidados, Maílson da Nóbrega destacou que o Brasil tem muitos pontos positivos que propiciam uma capacidade de crescimento econômico, entre eles: sólidas instituições de controle do governo, inibidores do retrocesso da economia, base industrial, agronegócios e setor mineral competitivo, ponto de equilíbrio do petróleo do pré-sal melhor do que o tight oil americano, sistema financeiro sólido e sofisticado, forte mercado interno, economia entre as dez maiores do mundo e enormes oportunidades.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS