MAIS QUE UM CLUBE

Ronaldinho é afastado de eventos do Barcelona por apoio a Bolsonaro

Segundo o Diário Sport, o ex-jogador brasileiro será gradativamente afastado por defender ideais antagônicos aos do ‘Barça’.

Ronaldinho Gaúcho será afastado gradativamente dos eventos do 'Barça'. (Foto: Barcelona FC/Divulgação)

Segundo informações do Diário Sport, jornal espanhol de esportes, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho vai ser gradativamente afastado de eventos do Barcelona, time do qual é embaixador a nível mundial, por declarar apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). A situação é a mesma para o ex-jogador Rivaldo, que se também posicionou abertamente a favor do candidato.

O afastamento se trata da diminuição da presença dos jogadores em eventos com patrocinadores do Clube de Futebol ou das partidas de amistoso dos Legends, das quais Ronaldinho e Rivaldo participam eventualmente. O clube também considera tirar o título de embaixador do ex-atleta R10.

Segundo as entidades do Clube, a razão da decisão não é o fato dos jogadores terem declarado seu voto democraticamente – e sim dos posicionamentos defendidos pelo candidato, que são antagônicos aos que o Barcelona sempre defendeu.

“Ronaldinho tem direito de aderir a qualquer ideologia política, mas o ‘Barça’ também pode e deve julgar se lhe convém que seu nome – ou o de um de seus embaixadores mundiais – estejam ligados a uma pessoa com pensamentos abertamente homofóbicos, racistas e machistas” declara Maite Jiménez, jornalista esportiva do Diário Sport.

Mais que um clube

O Barcelona FC é ligado historicamente à luta pela independência da região da Catalunha e contra ditaduras, sendo antagônica aos ideais defendidos pelo candidato do PSL. Intitulando-se de “vanguarda da luta pela democracia”, o Clube adotou o slogan ‘Més que un Club’ (Mais que um Clube), como forma de se posicionar além do futebol.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS