ELEIÇÕES 2018

Eliziane declara apoio a Haddad e igreja repudia

Segundo nota da Assembleia de Deus, evangélicos não teriam votado na candidata se soubessem do apoio ao presidenciável do PT

Eliziane Gama (PPS), eleita senadora pelo MA, é criticada por evangélicos. (Foto: Reprodução

Em discurso feito no último domingo (7), no Grand São Luís Hotel, quando foi eleita ao Senado, a candidata Eliziane Gama declarou apoio ao candidato à presidência Fernando Haddad no segundo turno e gerou irritação na comunidade evangélica. Ontem, a Convenção dos Ministros da Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (COMADESMA) soltou uma nota de repúdio à atitude da candidata.

A justificativa do repúdio, segundo a Convenção, é de que Haddad teria, durante seu mandato como prefeito de São Paulo, implementado ações contra a Bíblia e a Igreja, e que, enquanto presidente, irá fomentar essas ações em escala maior. Ainda consta, na nota, que “se esta afirmativa de apoio da senadora tivesse sido feita antes do pleito eleitoral jamais teríamos apoiado a referida candidata”.

Veja Também

Eliziane Gama já se declarara evangélica e, em entrevista a O Imparcial, se posicionou a favor de pautas defendidas pela igreja, como a criminalização do aborto, o que fez ela obter apoio dos eleitores religiosos. Em 2016, a então deputada federal votou a favor do Impeachment da presidente Dilma, do PT, sob a justificativa de combate à corrupção.

Eliziane e o pastor Damasceno, presidente da Convenção das Assembleias de Deus no Maranhão (CEADEMA). (Foto: Reprodução)

Apesar disso, ela afirmou sempre ter estado a favor de Dino, desde 2006. Nas eleições de 2018, foi indicada pelo governador como candidata ao Senado e eleita ao cargo com o segundo maior número de votos, atrás de Weverton (PDT), também de sua chapa. O apoio ao presidenciável do PT foi declarado por Flávio Dino desde o início de sua campanha. 

“Na condição posta pelo governador de apoio ao Haddad (…) estamos juntos nesse grupo pelo bem do Maranhão e do Brasil. A gente precisa orar, pedir a Deus, para que o povo brasileiro possa de fato escolher o melhor para sua nação e nós, aqui no Maranhão, daremos a nossa contribuição a esse projeto”, declara Eliziane, no discurso em questão.

Na nota, a Assembleia de Deus não especificou o candidato à presidência que, segundo a igreja, deveria ser apoiado; mas usou, no fim de sua nota, cita passagem bíblica 1 Rs 16 29  e o slogan de Bolsonaro, Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, adotada pela campanha.

Segue a nota na íntegra:

MOÇÃO DE REPÚDIO

 A Assembléia de Deus em Itinga do Maranhão,  representada por seu presidente Pr. José Cardoso,  e o ministério local da Igreja,  formado pelos pastores dirigentes e obreiros, lideres de Departamentos  (Circ. de Oração e Mocidade) repudia a atitude da senadora eleita Eliziane Gama, ao declarar (no dia 07/10/2018) apoio no segundo turno da eleição presidencial ao candidato do PT Fernando Haddad, o qual em mandatos anteriores (prefeito de Sao Paulo e Min. da Educação) , implementou ações  explicitas contra a Bíblia Sagrada, e contra a Igreja, e que o mesmo em seu plano de governo pretende fomentar em escala de maior dimensão tais ações.
Informamos aos irmãos que se esta afirmativa de apoio da senadora tivesse sido feita antes do pleito eleitoral jamais teríamos apoiado a referida candidata, assim como o não fizemos com a candidata a presidente Marina Silva, que também é uma crente e apoia tais princípios ideológicos. 
Deixo para reflexão o texto bíblico de 1 Rs 16 29.

Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.

A paz do Senhor.

Pr. José do P. S. Cardoso. 
CGADB 40587 – COMADESMA 00261

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS