CORONAVÍRUS

No Maranhão

647
379
22
1048
OPOSIÇÃO

Cúpula do PMDB no Maranhão articula eleições para 2016

Em reunião na sede do diretório estadual, Roseana Sarney foi a principal cotada para concorrer à prefeitura de São Luís

PMDB articula eleições de 2016
Com a discussão sobre a candidatura para a prefeitura de São Luís na reunião na tarde de ontem, dia 18, o PMDB começa a se articular para as eleições municipais de 2016. A ex-governadora Roseana Sarney, que esteve no encontro, não descartou a possibilidade de ser candidata na capital. Enquanto o senador João Alberto Souza, presidente estadual, já aposta na vitória da ex-governadora caso ela concorra à vaga, o deputado estadual Roberto Costa, dirigente municipal em São Luís, afirmou que Roseana não quis “assumir as responsabilidades” no momento.
O encontro reuniu, na sede do diretório estadual, representantes do partido nas cidades com mais de 40 mil eleitores. Além de Roseana Sarney, também esteve na reunião Lobão Filho, que concorreu com Flávio Dino (PCdoB) nas eleições para o governo estadual em 2014.
Senador João Alberto - PMDB reúne diretórios municipais para debater eleições de 2016.

“Sendo candidata, é muito bom para o partido porque Roseana como governadora foi a grande prefeita de São Luís. Se você tirar o que a Roseana fez pela cidade, tirar os elevados, o que ela fez na Cultura, a Avenida IV Centenário, você vê que não sobra nada. Levando isso para o eleitor, a eleição de Roseana é um passeio aqui em São Luís. Tenho quase certeza de que ela, sendo candidata, será a futura prefeita”, comentou João Alberto Souza.

Além do nome da ex-governadora, as outras opções para concorrer à prefeitura de São Luís levantadas na reunião são o deputado Roberto Costa e o vereador Fábio Câmara, uma das vozes mais forte da oposição na Câmara Municipal de São Luís.
“Para São Luís, a gente tratou de ver o fortalecimento de uma chapa nossa. Tem o vereador Fábio Câmara, a vereadora Helena Duailibe [licenciada para assumir a secretaria municipal de Saúde] e defendemos a candidatura própria do partido, prioritariamente de Roseana pelos serviços prestados que ela tem na cidade. Mas é uma decisão pessoal dela. Neste primeiro momento, ela não quis aceitar assumir essas responsabilidades, mas está pronta para ajudar o partido”, ressaltou Roberto Costa.
Na última quarta-feira (17), o dirigente municipal do PMDB afirmou da tribuna da Assembleia Legislativa que a ex-governadora Roseana Sarney foi a melhor prefeita que a capital já teve. Ao final da reunião de ontem, o deputado disse que o nome dele foi um dos apontados por Roseana para a candidatura em São Luís. Sobre a possibilidade de concorrer em Bacabal, tema frequente de discursos na Alema, respondeu que “essa é uma questão que não está na pauta agora, primeiro é a questão do diretório em São Luís”.
Também apoiador da candidatura de Roseana Sarney para São Luís pelas “obras gigantescas” tocadas enquanto governadora, o vereador Fábio Câmara comparou a vontade de concorrer à prefeitura ao sonho de jogadores de futebol de integrar times cada vez maiores até chegar à Seleção Brasileira. “Enquanto jovem político, é um grande sonho comandar o destino da nossa cidade. As coisas precisam ter a sua hora. Sem dúvida nenhuma, toparia o desafio de ser candidato, mas preciso amadurecer politicamente. Administrar uma cidade dessas, com um milhão e 200 mil habitantes é um grande desafio, são grandes as responsabilidades”, disse após a reunião. Depois do São João, a cúpula do PMDB voltará a se reunir para definir os caminhos das eleições municipais de 2016.
Operação Lava Jato
Acusada de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras num inquérito decorrente da Operação Lava Jato, Roseana Sarney é investigada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e depôs na sede da Polícia Federal, em Brasília, no dia 19 de maio. A ex-governadora foi citada na delação do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que afirma ter se reunido em 2010 com Roseana para “tratar de propina”. Está marcada para o dia 30 de junho, na CPI da Petrobras da Câmara dos Deputados, a acareação entre Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef. Além da ex-governadora, também são alvos de inquérito o senador Edison Lobão (PMDB) e o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP).
Internauta você pode compartilhar pelo WhatsApp no número (98) 9 9188 8267, informações, denúncias e sugestões para o portal O Imparcial
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias

Queremos Saber. Na luta contra o coronavírus, a sociedade deve adotar isolamento para:

Total de votos: 1331