CORONAVÍRUS

No Maranhão

1084
1529
96
2
CORTESIA

Eliziane Gama fala sobre a CPI da Petrobras e fusão de partidos

Foto: Diego Chaves/OIMP. Diretor-presidente Pedro Freire e a deputada federal Eliziane Gama (PPS) Em visita à sede de O Imparcial, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) foi recebida pelo diretor-presidente Pedro Freire, na tarde de sexta-feira,15. A parlamentar falou sobre a atuação na CPI da Petrobras e da fusão do PPS com o PSB, marcada […]

Foto: Diego Chaves/OIMP.


Diego Chaves/OIMP

Diretor-presidente Pedro Freire e a deputada federal Eliziane Gama (PPS)

Em visita à sede de O Imparcial, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) foi recebida pelo diretor-presidente Pedro Freire, na tarde de sexta-feira,15. A parlamentar falou sobre a atuação na CPI da Petrobras e da fusão do PPS com o PSB, marcada para o dia 20 de junho.

Sobre a CPI da Petrobras, Eliziane contou que no dia em que foi ouvida pelo colegiado, a ex-presidente da estatal, Graça Foster, disse que acompanhava a atuação da parlamentar e entregou uma pasta com informações sobre a Refinaria Premium I. Nesta semana, foi aprovado requerimento para que a CPI faça uma visita técnica à Bacabeira, onde seria construída a refinaria, com o objetivo de ouvir também representantes das famílias remanejadas pelo projeto e dos empresários que investiram com a perspectiva de desenvolvimento da cidade. “Acredito que havia disposição para trazer [a refinaria], mas não era algo prioritário. O anúncio de licitação em 2014 foi eleitoreiro. Como licitar sem projeto?”, questionou Eliziane Gama, em referência à informação de que a Petrobras não protocolou o projeto da refinaria na Agência Nacional de Petróleo (ANP). “A refinaria pode vir, vai depender se a Dilma vai querer. O refino é necessário para o país”, completou a parlamentar, que coordena a comissão externa da Câmara Federal que analisa o cancelamento das refinarias Premium I e II.
A única deputada federal do Maranhão confirmou a data de fusão do PPS e PSB, 20 de junho, e afirmou que a ideia é “congregar todos”, além de ter candidatura própria em todas as capitais. Para o PSS, o objetivo não é ter garantias de controle partidário, mas de viabilizar a candidatura em São Luís.
Pedro Freire agradeceu a visita da parlamentar e desejou boa sorte na continuidade do mandato em Brasília. (LP)
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias