JUSTIÇA

Acusados do caso Ana Clara vão a júri popular na próxima segunda-feira (13)

O caso que teve cinco anos de espera poderá ser definitivo para os autores da barbárie e para a família da pequena Ana Clara

Foto Reprodução

O tempo de espera acabou. Está prevista para a próxima segunda-feira (13), as 8h, no fórum Lauro de Berredo Martins, em São José de Ribamar,  a sessão do júri  que decidirá o destino dos envolvidos no atentado a um ônibus coletivo no município de Paço do Lumiar, que resultou na morte da menina Ana Clara, de 6 anos de idade, em janeiro de 2014.

Dos seis acusados que irão a júri, apenas cinco serão julgados, isto por que Giheliton de Jesus Santos Silva, um dos envolvidos faleceu no decorrer do processo.

Relembre o caso:

No dia 03 de janeiro de 2014, às 20 h, Ana Clara estava em companhia da mãe e da irmã nas proximidades da Vila Sarney filho, Maiobão. Segundo o inquérito, elas pegaram o ônibus uma parada antes dos acusados entrarem no coletivo e atearem fogo.

Um dos acusados estava usando uniforme de uma empresa de limpeza como disfarce. Isto, fez com que o motorista parasse o coletivo, e durante ação os acusados entraram no ônibus portando galões de gasolina e exigiram que o veículo fosse evacuado e começaram a espalhar o liquido inflamável, entretanto, não permitiram que todos saíssem a tempo, deixando a permanência de Ana Clara, da Mãe e de sua irmã no local.

A menina sofreu queimaduras em 95% do corpo. A mãe da menina, Juliane Carvalho dos Santos e a irmã de Ana Clara, na época com um ano e meio também foram atingidas, e tiveram que ser internadas.

O senhor Marcio Ronny de Cruz Nunes, que tentou salvar Ana Clara também sofreu queimaduras.

Ao todo foram presas pelo crime seis pessoas, entre eles um menor de idade. Segundo dados do processo todos tem histórico criminal e estavam obedecendo a ordens vindas de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, por uma das maiores facções criminosas do estado.

A primeira audiência ocorreu no dia 25 de agosto de 2015 e por determinação da justiça o caso foi a júri popular que será realizado na próxima segunda-feira (13), no fórum Lauro de Berredo Martins, em São José de Ribamar.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias