Destemido

O incansável delegado da área Itaqui-Bacanga

“Um dia eu cheguei em casa e meu filho veio gritando ‘papai, papai, o senhor prendeu o Homem-Aranha. Eu ouvi no rádio'”

Walter Wanderley é um daqueles profissionais dedicados, tão dedicado que o local de trabalho acaba se tornando uma extensão de casa. “Eu vinha para cá [delegacia onde trabalha] era três, quatro horas da madrugada. Mas aí minha mulher não deixou mais”, adiantou o delegado que, há cinco anos, é lotado na segurança da região Itaqui-Bacanga.

Egresso de escola e universidade públicas, Wanderley entrou na carreira da Polícia Civil em 2009 e já passou por delegacias de diversos bairros: Cohatrac, Parque Vitória, Cidade Operária e Cidade Olímpica. “O cargo de delegado não é para frouxo. Tem que ser uma pessoa destemida e confiante em Deus”, respondeu, quando perguntei se a profissão impõe medo.

 

Com fama de xerife, Walter Wanderley faz sucesso nas redes sociais com sua espontaneidade nas prisões dos criminosos. “Tem que obedecer a lei e fazer o que a lei está mandando. Não obedecem, por isso o país está assim”.

A despeito da fama de rigoroso com as regras, Wanderley também leva a fama de “gente boa”, sempre a postos para ajudar quem chega pedindo ajuda. “Eu acabo, às vezes, me envolvendo. Dou conselhos. Tem delegado que tem horror de passar na periferia e pegar na mão de pobre. Eu não”.

 

 

A rigidez no trabalho, Walter atribui ao pai, com quem trabalhou na adolescência. “A gente acordava cedo e não tinha preguiça. Eu acostumei”, disse, nostálgico. Para exemplificar, o delegado mostrou a marmita que a esposa prepara todos os dias para seu almoço. “Desde quando mudei para essa delegacia, eu nunca fui mais almoçar, de segunda à sexta, em casa”, disse, enquanto segurava a tupperware vazia.

 

 

“Cachorrão, Mocegão, Ratinho, Boto, Camaleão”, a lista de nomes de delinquentes que o delegado Walter solicitou prisão é grande. “Um dia eu cheguei em casa e meu filho veio gritando: ‘papai, papai, o senhor prendeu o Homem-Aranha. Eu ouvi no rádio. O senhor é forte, papai'”, Sorriu. “Mas o Homem Aranha daqui era um cara que escala as casas para furtar e eu consegui prendê-lo”, disse entre gargalhadas.

 

O delegado Walter Wanderley

#TVImparcial Conheça o delegado Walter Wanderley, da área Itaqui-Bacanga, que tem repercutido nas redes sociais por conta do seu trabalho.

Posted by O Imparcial on Wednesday, July 26, 2017

 

Muito religioso, Walter Wanderley confia piamente na sociedade. “Já disseram que o homem é o lobo do homem. Eu não concordo. Confie em Deus, depois confie na Justiça”.

E se você pensa que depois de uma semana inteira de trabalho contra criminosos, Walter Wanderley aproveita o feriado, ele puxa outro recipiente – dessa vez bem maior – e mostra orgulhoso: “Esse eu uso para guardar os inquéritos e levar para casa. Quando chego na segunda-feira, já trago vários prontos”.

 

 

Para finalizar, pergunto ao delegado se ele se sente cansado de tanto trabalho ou aquela vida frenética já tornou-se uma normalidade. “Se você dar uma volta aqui pelo bairro, você vai encontrar muita tristeza. Trabalhar para melhorar isso é que me dá vigor”, finalizou.

MOSTRAR MAIS