Paralisação

Rodoviários de empresa cruzam os braços por falta de pagamento

Rodoviários reivindicam atrasos de salários, ticket de alimentação pendentes, dentre outros descumprimento.

Trabalhadores da empresa "Patrol" amanheceram de braços cruzados nesta quinta-feira (11). (Foto: Divulgação)

Na manhã desta quinta-feira (11), trabalhadores da empresa “Patrol”, antiga “Pelé”, que integra o Consórcio Upaon Açu, amanheceu de braços cruzados.

Rodoviários reivindicam atrasos de salários, ticket de alimentação pendentes, dentre outros descumprimento das cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Brito, e diretores sindicais estiveram presentes na porta da garagem apoiando o movimento dos trabalhadores.

O acordo que foi definido em reunião na Prefeitura de São Luís entre rodoviários e empresários não está sendo cumprido por parte dos patrões.

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET), alega que não foi repassado ainda todo valor acordado entre empresários e Prefeitura de São Luís.

Leia a nota na íntegra:

Enviamos semana passada ofícios para as empresas que continuam em descumprimento com a Convenção Coletiva de Trabalho, não iremos mais permitir que os patrões não cumpram com o acordo firmado na Prefeitura. A empresa Patrol amanheceu nesta quinta-feira com as atividades paralisadas, as demais empresas que estão em atrasos também serão paralisadas, caso não cumpram com suas obrigações, enfatiza Marcelo Brito, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Estado do Maranhão.

ASCOM- Sindicato dos Rodoviários do Estado do Maranhão

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias