CORONAVÍRUS

No Maranhão

588
353700
311296
10135
COVID-19

“É improvável que a gente tenha a cepa indiana”, diz Carlos Lula

Todos os tripulantes do navio se encontram isolados no momento e não tiveram contato com o solo

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (18), em uma entrevista a um programa de rádio local, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, falou sobre o caso dos tripulantes do navio em quarentena diagnosticados com Covid-19.

15 pessoas que vieram na embarcação testaram positivo para o vírus, no entanto o secretário explicou que é improvável que se trate de uma nova cepa do coronavírus. O resultado que pode identificar a variante sairá ainda nesta semana pelo Instituto Evandro Chagas. Na intenção de tranquilizar a população, Carlos Lula deu mais detalhes sobre as possibilidades.

“É improvável que a gente tenha a cepa indiana com os tripulantes desse navio, porque o navio é chinês, ele saiu da Malásia, embarcou a tripulação na África do Sul. Toda tripulação é indiana, são 24 tripulantes, mas eles embarcaram na África do Sul no final do mês de abril, então a gente já está aqui em meados do mês de maio, é improvável que a gente tenha a cepa indiana”, explicou o secretário.

Ele ainda pontuou que é provável que as pessoas que embarcaram no navio tenham sido contaminados na África do Sul ou no navio, no caso um paciente assintomático que poderia ter transmitido a doença aos demais.

Todos os 24 tripulantes se encontram isolados no momento e não tiveram contato com o solo, sendo os contaminados transportados do navio por helicóptero ao hospital em que três estão internados.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias