JUSTIÇA

STF notifica Bolsonaro sobre queixa de Flávio Dino

Bolsonaro tem um prazo de 15 dias para se manifestar a respeito de uma declaração feita durante entrevista concedida a uma rádio

Foto: Reprodução.

Em decisão publicada na última terça-feira (3), o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello pediu que o presidente Jair Bolsonaro preste esclarecimento sobre uma queixa queixa apresentada ao STF pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

De acordo com ação, o presidente teria cometido calúnia ao afirmar, durante uma entrevista, que não compareceu a um evento evangélico em Balsas (MA) porque o governo do Maranhão não disponibilizou o efetivo da Polícia Militar para garantir segurança à comitiva presidencial.

No despacho, o ministro Marco Aurélio notifica o presidente para que “preste esclarecimentos sobre as declarações e comprove o não acolhimento do pedido de disponibilização da Polícia Militar do estado do Maranhão para viabilizar o comparecimento ao evento”. Bolsonaro tem um prazo de 15 dias para se manifestar.

Ainda na ação, o governo do Maranhão afirma que não houve pedido do governo federal de apoio para a segurança presidencial em Balsas. Além disso, alegou que não havia nem mesmo evento marcado em Balsas.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias