CORONAVÍRUS

No Maranhão

6360
99830
78984
2501
TEMPO

Vídeos: Chuva forte com ventania causa estragos na Forquilha, em São Luís

Segundo as primeiras informações, os ventos fortes quebraram até mesmo algumas grades de um loja de materiais de construção

Foto: Reprodução

Uma forte chuva com ventania, que aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (13), arrastou telhados e derrubou postes e árvores no bairro da Forquilha, em São Luís.

Segundo as informações, os ventos fortes quebraram até mesmo algumas grades de proteção de um loja de materiais de construção. Dentro do estabelecimento outros objetos também foram quebrados. Em nota, o Grupo Potiguar disse que “não houve nenhum dano físico e nem acidentes envolvendo clientes ou colaboradores. Para maior segurança de todos a loja foi fechada na hora, para que pudessem ser feitos os reparos necessários”. A loja irá funcionar normalmente na terça.

Por conta dos postes derrubados pela ventania, a região da Forquilha ficou sem energia e o tráfego ficou difícil. Outros bairros como João de Deus, Cohab Anil, Cohatrac, Aurora, Planalto, Cruzeiro do Anil, Angelim, Novo Angelim e áreas adjacentes também ficaram sem energia elétrica.

Após o temporal, equipes de manutenção da Equatorial foram substituir oito postes quebrados e reconstruir as redes de distribuição danificadas ao longo da Avenida Guajajaras. Cerca de 99% da região afetada já teve a energia restabelecida.

Veja vídeos enviados para nossa equipe do momento da chuva:

Tesoura de vento

Há uma semana, uma tesoura de vento causou estragos no bairro do Coroadinho. Apesar do espanto da população diante de um fenômeno da natureza e dos prejuízos causados, o que se viu não foi um redemoinho, nem ciclone ou tornado. “Esse fenômeno é muito semelhante, praticamente o mesmo que ocorreu no mês passado, no Turu“, atesta o meteorologista Hallan Cerqueira, do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão.

O fenômeno, conhecido como ‘tesoura de vento’ (‘gradiente’, ‘cisalhamento’ ou ‘cortante de vento’) se caracteriza por uma brusca variação de direção e velocidade do vento em uma certa distância, de acordo com os meteorologistas.

O especialista Hallan Cerqueira esclarece que a condição climática do momento favoreceu a ocorrência. “É uma nuvem cumulonimbus, que provoca esse tipo de condição de tempo. Inclusive, é esse fenômeno que costuma provocar atrasos nos aeroportos. Quando há uma nuvem CB [cumulonimbus] nas proximidades, o aeroporto praticamente cessa todos os pousos e decolagens, mas por cerca de 10 minutos apenas”, comenta.

Assim como mostram os vídeos, a ação destruidora dos ventos sem controle costuma durar mesmo poucos minutos. “É um fenômeno pequeno, em se tratando de extensão, que só varia de 1km a 4km”, afirma Hallan Cerqueira.

Em nota a Equatorial Maranhão informou que as fortes rajadas de ventos afetou severamente as redes de distribuição de energia elétrica no início da tarde da segunda-feira,13. Equipes de manutenção da concessionária foram mobilizadas desde o início da ocorrência para substituir oito postes quebrados e reconstruir as redes de distribuição danificadas.

Confira a nota na íntegra

A Equatorial Maranhão  comunica que o temporal com fortes rajadas de ventos afetou severamente as redes de distribuição de energia elétrica no início da tarde da segunda-feira,13 na região do bairro Forquilha, principalmente em virtude de diversos objetos, inclusive uma torre de telefonia lançados sobre as redes de energia ao longo da Avenida Guajajaras.

Equipes de manutenção da concessionária foram mobilizadas desde o início da ocorrência para substituir oito postes quebrados e reconstruir as redes de distribuição danificadas.

Imóveis ficaram sem energia elétrica nos bairros: Forquilha, João de Deus, Cohab Anil, Cohatrac, Aurora, Planalto, Cruzeiro do Anil, Angelim, Novo Angelim e áreas adjacentes.

Por transferência de cargas (uso de redes elétricas alternativas) a energia elétrica já foi restabelecida para quase 100% dos clientes, permanecendo ainda 150 unidades consumidoras sem energia na região de maior impacto (proximidades do retorno da Forquilha).

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias