CORONAVÍRUS

No Maranhão

1800
27979
7117
887
CORONAVÍRUS

Vale adota medidas para proteger empregados da Covid-19 no Maranhão

A empresa colocou em prática uma série de ações para evitar aglomeração

Foto: Reprodução

A Vale tem adotado medidas mais rigorosas para conter o avanço do novo Coronavírus, protegendo a saúde e segurança dos seus empregados e comunidades. A empresa tem focado na redução da presença do efetivo administrativo e operacional nas unidades, de forma a manter apenas os serviços essenciais.

Além do trabalho remoto, adotado desde o último dia 16 de março para empregados próprios e terceirizados, cujas funções são elegíveis a home office e para empregados dos grupos de risco, conforme orientação do Ministério da Saúde, a empresa colocou em prática uma série de ações para evitar aglomeração, como redução da quantidade de pessoas nas portarias, nos ônibus e nos restaurantes.

Nas portarias, há restrição de acesso, mantendo a entrada apenas dos fornecedores considerados essenciais (alimentação, água, transportes, entre outros). No local, todos passam por triagem da equipe de saúde antes de entrarem nas unidades. Se for identificado algum caso suspeito, a pessoa recebe orientação médica e é encaminhada para casa, para não entrar em contato com os demais trabalhadores.

A frota de ônibus foi aumentada para reduzir a lotação e viabilizar o espaçamento adequado entre as pessoas. A circulação de ar dos veículos está sendo mantida aberta e houve reforço na limpeza diária com desinfetantes e maior fiscalização sobre a higienização.

Nos restaurantes, a Vale está priorizando o uso de marmitas e adotou ainda medidas para aumentar o distanciamento social, com marcação de mesas para orientar a ocupação. A limpeza nos refeitórios também foi reforçada.

Nas operações, há ainda medidas voltadas ao uso e higienização de ferramentas e equipamentos de proteção individual (EPIs) utilizados pelas equipes. Esses protocolos de limpeza e desinfecção seguem recomendações técnicas.

Outras ações de proteção para comunidade e incentivo à economia

Todas as visitas à empresa no Maranhão foram suspensas por tempo indeterminado para preservar empregados e visitantes dos riscos de infecção por meio de contato social. Estão encerradas, também por tempo indeterminado, as visitas ao Centro Cultural Vale (MA), ao Parque Botânico São Luís e à Estação Conhecimento de Arari.

Ciente da relevância de suas atividades na economia das cidades, a Vale anunciou nesta terça-feira (24) uma série de medidas de suporte para seus fornecedores durante a crise provocada pela epidemia do coronavírus.

A empresa adiantará, antes mesmo do vencimento das faturas, os pagamentos às pequenas e médias empresas por serviços já realizados e materiais entregues. Serão desembolsados com essa ação mais de R$ 160 milhões. A medida deverá beneficiar mais de mil fornecedores de todo o país. Haverá ainda suporte financeiro às empresas e trabalhadores da construção civil de projetos que estão sendo suspensos.

A Vale atua em conformidade com os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelas autoridades e agências de cada um dos países em que opera e está monitorando o desenvolvimento da situação. A empresa reafirma seu comprometimento com a segurança de seus empregados e das comunidades onde atua.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias