TARIFA BRANCA

Tarifa branca pode ser escolhida como opção em 2020

Desde o dia 1º de janeiro de 2020, a opção pela tarifa branca está disponível para todas unidades consumidoras ligadas em baixa tensão, por exemplo residências e pequenos comércios.

Reprodução

Desde o dia 1º de janeiro de 2020, a opção pela tarifa branca está disponível para todas unidades consumidoras ligadas em baixa tensão, por exemplo residências e pequenos comércios. A categoria não se aplica a consumidores residenciais considerados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em Lei, e à iluminação pública.

A tarifa branca apresenta aos usuários a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo. Aprovada em 2016, a aplicação da tarifa seguiu um cronograma de preferências, priorizando as solicitações com algumas características:

  • 1º de janeiro de 2018, para novas ligações e para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 500 KWh/mês;
  • 1º de janeiro de 2019 para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 250 KWh/mês; e,
  • 1º de janeiro de 2020 para todas as unidades consumidoras.

Controle do consumo

Como a tarifa branca apresenta aos usuários uma variação no valor da energia de acordo com o dia e o horário do consumo, ele pode então adotar hábitos que priorizem o uso da energia nos períodos de menor demanda. Durante a manhã, início da tarde e madrugada, por exemplo. A opção pela tarifa branca oferece a oportunidade de reduzir o valor pago pela energia consumida.

Nos dias úteis, a taxa possui três valores: ponta, intermediário e fora de ponta. Essas etapas, são estabelecidas pela ANEEL e são diferentes para cada distribuidora. Sábados, domingos e feriados contam com a tarifa fora de ponta nas 24 horas do dia. Mais informações sobre os períodos de cada distribuidora podem ser consultadas em http://www.aneel.gov.br/postos-tarifarios.

É de extrema importância que o usuário, antes de optar pela tarifa branca, conheça seu próprio perfil de consumo. Quanto mais o consumidor deslocar seu consumo para o período fora de ponta, maiores são os benefícios desta modalidade.

Porém, a tarifa branca não é recomendada se o consumo for maior nos períodos de ponta e intermediário. Nessas situações, o valor da fatura pode subir. Mais informações sobre a tarifa branca podem ser consultadas em http://www.aneel.gov.br/tarifa-branca.



VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias