ESPECIALIZAÇÃO

88 mil trabalhadores não possuem qualificação no Maranhão

Mais de 88 mil trabalhadores maranhenses têm que passar por qualificação para que mão de obra não fique engessada e acompanhe as “novas tendências de mercado”

Reprodução

Qualificação ou capacitação. Essas são as palavras que movimentam o mercado de trabalho em qualquer país do mundo.

Quem não se capacita ou se qualifica, abre um abismo para a mão de obra que sai diretamente das faculdades ou cursos.

Em um universo nacional, mais de 10,5 milhões de trabalhadores têm que passar por algum tipo de qualificação, para que a mão de obra brasileira não fique engessada e não acompanhe as “novas tendências de mercado”.

No Maranhão não será diferente, pois cerca de 88.344 trabalhadores, que desempenham funções industriais, devem receber aperfeiçoamento nos níveis superior e técnico entre os anos de 2019 e 2023.

A pesquisa é do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para o Mapa do Trabalho Industrial. O Senai vai subsidiar a oferta de cursos na instituição.

Dentro e fora do mercado

As capacitações e qualificações são para trabalhadores que estão inseridos no mercado de trabalho, e para quem desejar ingressar pela primeira vez.

Na maioria a aperfeiçoamento é para trabalhadores que já estão empregados, o que representa 73% da parcela. A parcela de 27% são aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho.

Cursos de aperfeiçoamento
Área técnica – as áreas que mais vão demandar a capacitação de profissionais com formação técnica no Maranhão são:

Transversais
Energia e telecomunicações
Metalmecânica
Têxtil
Eletroeletrônica
Profissionais com qualificação transversal trabalham em qualquer segmento, como técnicos em eletrotécnica e técnicos de controle da produção. Cursos técnicos têm carga horária entre 800h e 1.200h (1 ano e 6 meses) e são destinados a alunos matriculados ou egressos do ensino médio. Ao término, o estudante recebe um diploma.

Área profissional – os cursos de qualificação são indicados a jovens ou profissionais, com escolaridade variável de acordo com o exercício da ocupação, e buscam desenvolver novas competências e capacidades.

No fim o aluno recebe um certificado de conclusão. As áreas que mais vão exigir a capacitação de trabalhadores com esse tipo de formação, de acordo com o Mapa do Trabalho Industrial 2019-2023 serão:

  • Metalmecânica
  • Energia e telecomunicações
  • Alimentos
  • Eletroeletrônica
  • Construção
  • Logística e transporte
  • Transversais
  • Alimentos

Qualificação em várias cidades do estado

CURSOS GRATUITOS PODEM SER ENCONTRADOS NO SENAI

O Senai Maranhão conta com uma estrutura moderna, para melhor atender a indústria maranhense na oferta de soluções em Educação Profissional, Serviços Técnicos e Tecnológicos e Inovação, em oito Centros de Educação Profissional e Tecnológica (CEPTs):

São Luís
Senai – CEPT Raimundo Franco Teixeira
Avenida Getúlio Vargas, 2888, Monte Castelo, São Luís-MA
Senai – CEPT Distrito Industrial
BR-135, Km 5, Tibiri, São Luís-MA
Açailândia
Senai – CEPT Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti
Rua Dr. Luiz Alfredo Ribeiro, s/nº, Vila Bom Jardim, Açailândia-MA
Bacabal
Senai – CEPT Bacabal
Rua Frederico Leda, s/nº, Centro, Bacabal-MA
Balsas
Senai – CEPT Emerson Fernandes dos Santos
Rua Jorge Machado Mendes, 60, Setor Industrial, Balsas-MA
Caxias
Senai – CEPT Caxias
Rua Gonçalves Dias, s/nº, Residencial Hélio Queiroz, Caxias-MA
Imperatriz
Senai – CEPT Imperatriz
Rua Y, s/nº, Nova Imperatriz, Imperatriz-MA
Rosário
Senai – CEPT Cristiana Parisi de Andrade
MA-420, km 7, s/nº – Boa Esperança – Rosário/MA

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias