JULGAMENTO

‘Espero que hoje seja feita justiça ao ex-presidente Lula’, defende Dino

O STJ deve julgar nesta terça-feria (23) o recurso contra a condenação do ex-presidente. “A sentença sobre o tal triplex, tal como lançada, é juridicamente absurda”, criticou Dino

Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (23), o governador Flávio Dino se pronunciou acerca do julgamento do ex-presidente da República, Lula. Em seu twitter, defendeu um julgamento “baseado nas leis” e chamou de “juridicamente absurda” a sentença sobre o triplex.

“Espero que hoje, com julgamento baseado nas leis, seja feita justiça ao ex-presidente Lula. A sentença sobre o tal triplex, tal como lançada, é juridicamente absurda, em vários aspectos: competência, exame dos crimes e das provas, dosimetria da pena etc.”, escreveu.

Ainda hoje, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve julgar o recurso de Lula sobre a sua condenação no caso do triplex do Guarujá (SP). Em janeiro de 2018, o petista foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Desde o dia 7 de abril do ano passado, por decisão do juiz Sérgio Moro, o ex-presidente cumpre pena provisoriamente na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. 

Dino a favor de Lula

Assim que Lula foi condenado, Dino se posicionou contrário à decisão. Em vídeo divulgado nas redes sociais, afirmou que ter havido “um erro jurídico imenso” na ação.

“Por isso mesmo, estamos defendendo a liberdade do ex-presidente Lula, os seus direitos políticos e estamos defendendo a integridade e a autoridade do sistema jurídico, da Constituição e das leis para todos os brasileiros e todas as brasileiras. Por isso, é uma causa que deve unir todos os patriotas, democratas, todos aqueles que sabem a importância do cumprimento da legalidade e da democracia em favor de todos. Lula livre”, declarou.

Desde a decisão, o governador do Maranhão tem tecido duras críticas a Sérgio Moro e sua decisão, principalmente após o ingresso do juiz como ministro da Justiça no Governo Bolsonaro.

“Deixei de ser juiz federal para disputar eleição de deputado federal. Não usei a toga para tirar adversários políticos do caminho”, declarou.

Ainda em 2018, as legendas de Dino e Lula, PCdoB e PT, foram parceiras nas Eleições. A chapa presidencial com apoio de Dino foi composta por Haddad (PT) e Manuela D’ávila (PCdoB), assim como a chapa se posicionou a favor da reeleição do governador no Maranhão.

Na época, Flávio Dino recebeu uma carta de Lula declarando apoio à campanha do pecedebista.

“Me dirijo carinhosamente a vocês pedindo todo apoio possível para que o companheiro Flávio Dino continue governando o Maranhão e ajudando o nosso país a ser mais justo”, declarou o ex-presidente.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias