RELIGIÃO

Escritor lança livro sobre expansão do espiritismo no Maranhão

O escritor José Fernandes lança neste sábado (16) seu livro, que resgata a cronologia da doutrina espírita no Maranhão e no Brasil, desde o século XIX até a atualidade

Foto: Reprodução

O escritor José Fernandes lança, hoje, sábado (16), seu 14º livro, o Veredas Eternas, às 19h30, no auditório da AMEI – Associação dos Escritores Independentes do Maranhão (Shopping São Luís). Segundo o autor, trata-se de uma cronologia do espiritismo no Maranhão, fazendo um resgate desde seu surgimento no Brasil, no século XIX, até a atualidade.

“Destaco o surgimento, a expansão, os primeiros iniciados no espiritismo, os movimentos que surgiram no Maranhão, inclusive as contratórias. Mas faço também um resumo do surgimento do espiritismo no mundo, no Brasil, e o desenvolvimento dele em cada estado. Os principais fundamentos da doutrina”, comenta o escritor.

Antes, o autor faz referencias aos filósofos Sócrates e Platão, que na Antiguidade Clássica vislumbraram as verdades transcedentais, revelaram as primeiras luzes sobre a natureza humana, abriram as fronteiras para o conhecimento do invisível e constataram que a vivência após a morte é uma verdade inexorável.

“Mostramos que esses conhecimentos, apliados e desenvolvidos por outros luminares do pensamento, fizeram nascer o Espiritismo, que, entre tantos elementos de grandeza moral, nos ensina a redimir dívidas cármicas e conhecer a verdade libertadora. Neste pequeno compêndio, respeitamos e reverenciamos todas as crenças cristãs, cônscios de que todas buscamos os caminhos que nos levarão à verdades eternas, próximas ao Espírito de Deus”, diz o autor.

O leitor vai ter acesso à transcrição de textos como o do cientista Pena Ribas, ao dizer que “a doutrina espírita não foi empalhada como dogmas e não deve ficar mumificada numa vitrine de museu. Ao contrário, é uma doutrina dinâmica e progressiva, essencialmente evolutiva. Corrige-se e dilata-se à proporção que dilatam e se corrigem os saberes humanos.

Como se fora espectro de luz, a Mente Divina vai multiplicando e alargando as faixas da revelação, à medida que a inteligência do homem, desenvolvida numa luta multissecular, adquire receptividade para captá-la e absorvê-la em proveito do seu espírito imortal”.

Para o autor, as pesquisas e compreensão das diretrizes da doutrina espírita devem ser levadas a quem quiser entendê-la para conhecer o trabalho individual e coletivo dos lutadores da causa, do estado e de outros lugares.

“Neste nosso levantamento, não foram esquecidas as perseguições de que foram vítimas os seus arautos, ranço que felizmente não mais perdura, uma vez que o Espiritismo é hoje reconhecido e amplamente admitido, em razão de sua benéfica atuação em favor da humanidade, dando um sentido maior à vida e preludiando tempos de esclarecimento e de luz”, finaliza o autor.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias