FORTES CHUVAS

Mais de 2.000 famílias foram afetadas pelas chuvas em 11 cidades

20 cidades com eventos adversos relacionados a alagamentos, inundações e enxurradas, além da situação das famílias desabrigadas estão sendo acompanhadas pelo CBMA e Defesa Civil

Intenso volume de chuva tem castigado várias cidades no interior

Um total de 20 cidades com eventos adversos relacionados a alagamentos, inundações e enxurradas, além da situação das famílias desabrigadas estão sendo acompanhadas de perto pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), por meio da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA).

Segundo dados, mais de 2.000 famílias em 11 cidades foram afetadas por inundações.

Os atuais municípios mais afetados e que emitiram notificação ao órgão são: Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Caxias, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, Bacabal, Imperatriz, São João do Sóter, Tuntum, Codó e Formosa da Serra Negra.

Os municípios de São Luís Gonzaga, Rosário, Timbiras, Cantanhede, Nina Rodrigues, Paulino Neves e Araioses atualmente estão em estado de alerta e a Defesa Civil também acompanha a situação. O órgão está presente em todos os municípios que solicitaram apoio.

Em nove dos municípios afetados foi decretada situação de emergência: Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter, Tuntum e Caxias.

Dentro do Plano de Contingência, um posto de comando da Defesa Civil foi instalado em Trizidela do Vale para realizar o atendimento dos municípios do Centro Maranhense, banhados pela bacia hidrográfica do Mearim, local onde está a maioria das cidades com quadro de inundação.

Quantidade de famílias afetas em cada município:

Marajá do Sena – 185 famílias afetadas
Pedreiras – 116 famílias afetadas
Trizidela do Vale – 205 famílias afetadas
Presidente Vargas – 300 famílias afetadas
Brejo – 200 famílias afetadas
Bacabal – 87 famílias afetadas
Imperatriz – 15 famílias afetadas
Tuntum – 335 famílias afetadas
Caxias – 12 famílias afetadas
Codó – 68 famílias afetadas
São João do Sóter – 483 famílias afetadas

Apoio aos desalojados

O governo está prestando assistência e ajuda humanitária para os municípios, que inclui distribuição de mantimentos, cestas básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água.

Veja também: Saiba como ajudar as cidades atingidas pela chuva no Maranhão

A remessa enviada na última quarta-feira atende solicitação das prefeituras de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras, totalizando aproximadamente 600 itens.

Na última semana, os mantimentos beneficiaram as famílias desabrigadas em Marajá do Sena. A Secretaria de Desenvolvimento Social já enviou 650 cestas básicas, 250 colchões, 200 galões de 20 litros de água e 200 filtros de barro para quatro municípios atingidos pelas chuvas. O Helicóptero do CTA também está auxiliando nas missões.

Para os municípios em Situação de Emergência, o governo vai destinar recursos no valor de R$ 5 mil para cada uma das famílias afetadas. Os beneficiados passarão por triagem técnica realizada pelo Corpo de Bombeiros.

Nesses municípios, beneficiários do Programa Bolsa Família também tiveram os valores de repasse mensal adiantados.

VER COMENTÁRIOS
LER MATÉRIA COMPLETA
MOSTRAR MAIS