RESPOSTA

Flávio Dino reage a críticas de deputados pelo Twitter

Na manhã desta quinta, 12, o governador Flávio Dino rebateu às críticas no Twitter. Para ele, há uma tentativa de politizar a tragédia. No post, Dino defende sua posição política nacional e a ida a Curitiba

Foto: Reprodução

Nesta semana, fortes chuvas atingiram cidades do interior do Maranhão. Ao todo, já são 7 em situação de emergência e outras 16 em alerta. 1227 famílias estão desabrigadas e já há registro de 2 mortes. Durante situação de calamidade pública, o governador Flávio Dino recebeu duras críticas de adversários e blogueiros.

Ontem, durante discurso na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Andreia Murad lamentou a situação e exigiu respostas do Governo do Estado sobre a atuação do Comitê de Prevenção e Acompanhamento a Inundações no Âmbito do Estado do Maranhão, criado há 2 anos. “Eu ia entrar também com o pedido de informações para saber as medidas tomadas por esse comitê, criado pelo Governador Flávio Dino. Quero entender como ele cria um comitê e ele não consegue, depois de dois anos, prevenir isso tudo que está acontecendo”, afirma a deputada.

Ao finalizar a Andreia aproveita para criticar a atuação de Flávio perante o problema. “Flávio Dino é um ser humano que não tem vergonha. Enquanto o Maranhão está agonizando, sofrendo, ele estava lá querendo aparecer, visitando Lula em Curitiba”, completa Murad.

O deputado Eduardo Braide também usou a tribuna para questionar a atuação do Comitê e pediu uma resposta imediata do Governador. “Espero que eu esteja enganado em relação à falta de ações por parte desse comitê.  Por isso que eu vou dar a oportunidade para que o Governador do Estado possa prestar a esta Casa as informações necessárias”, disse Braide durante discurso.

“O que nós vemos, Senhoras e Senhores, é o governador que se preocupa muito mais em viajar do que em permanecer no Maranhão para poder cuidar do povo maranhense. O povo que o elegeu, e ele não precisava só estar aqui fisicamente, mas bastava ele ter exigido o cumprimento do decreto que ele mesmo assinou criando esse comitê para a prevenção de inundações e alagamentos nos municípios maranhenses”,  ressaltou Braide.

A resposta veio pelo Twitter

Na manhã desta quinta, 12, o governador Flávio Dino rebateu às críticas no Twitter. Para ele, há uma tentativa de politizar a tragédia. No post, Dino defende sua posição política nacional e a ida a Curitiba. “Me orgulho de solidarizar com um homem indevidamente preso. Não sou oportunista, tenho coragem”, afirmou o governador na publicação.

Confira a declaração completa

Claro que há pessoas que odeiam Lula ou não gostam do nosso governo. Mas o que isso tem a ver com chuvas no Maranhão? Estamos há semanas atuando nas áreas atingidas. Mas claro que o império midiático de Sarney deturpa e esconde.

Quando a oposição coronelista ou a direita raivosa estão sem discurso, vale até “politizar” chuvas. E ignorar o trabalho sério e honrado de centenas de servidores públicos que estão nas cidades HÁ SEMANAS, sob minha coordenação e do vice-governador.

Outra deturpação que insistem: quem pagou as minhas passagens até Curitiba? Neste caso, fui eu mesmo, em voo comercial. E me orgulho de me solidarizar com um homem indevidamente preso, o presidente LULA. Não sou oportunista e tenho coragem.

Feio é o papelão da oligarquia Sarney. Sempre se aproveitaram do período LULA e agora se escondem, atacam, agridem. Oportunistas. E até parece que são honestos e probos.

Acho curioso também os que acham que, por ser governador, não posso ter opiniões políticas nacionais. Há de ser piada. Ou saudades da ditadura militar. Enquanto isso até juiz, que deve ser imparcial, age como agente político.

Neste caso do presidente Lula, sou movido também por tudo que aprendi de Direito, que provei com aprovação em vários concursos públicos, e que garanto que não esqueci. Minha indignação vem também de ver tantos absurdos jurídicos sendo perpetrados.

VER COMENTÁRIOS
LER MATÉRIA COMPLETA
MOSTRAR MAIS