DESAPARECIDAS

Jornalista em crise depressiva some com filha nesta madrugada

Letycia Oliveira desapareceu levando a filha de apenas nove anos. Segundo a família, ela sofre de depressão há bastante tempo

Na madrugada desta sexta-feira, 23, a jornalista Letycia Oliveira de Lima desapareceu levando a filha de apenas nove anos.

Segundo a irmã, Nayara Oliveira, ela sofre de depressão há muito tempo, mas levava uma vida normal sob cuidados e acompanhamento médico. “Desde ontem a tarde não conseguimos falar com ela. Dessa vez a gente descobriu que ela estava sem tomar os remédios e achamos que ela está no ápice de uma crise”, comenta ela.

A preocupação da família é que Letycia tenha alguma atitude suicida em um momento de descontrole. “O grande problema é que a gente chegou aqui onde ela dormiu e a rede de proteção estava cortada, então provavelmente ela está fora de si a ponto de pensar em suicídio de um apartamento do oitavo andar”, conta a irmã.

Nayara disse que a irmã já fugiu outras vezes, mas sempre sozinha. “Isso é normal da doença dela, já aconteceu outras vezes, mas o que mais nos preocupa é que ela levou a filha e a gente tem muito medo que aconteça alguma coisa”, lamenta. A jornalista foi vista pela última vez saindo de uma condomínio no bairro do Renascença, vestindo uma blusa amarela e um short, acompanhada da filha que vestia um vestido rosa.

A família divulgou fotos nas redes sociais e já entrou em contato com a polícia para tentar encontrar o paradeiro da jornalista. “A gente espera muito que possamos encontrar elas duas bem”, apela Nayara.

Letycia é jornalista e atualmente trabalhava na Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos do Maranhão (Secap). Amigos lotam as redes sociais da jovem com comentários de apoio e consolo a ela. “Creio que você vai reaparecer forte e cheia de planos para sua vida que é muito importante para nós”, comenta uma amiga.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS