OPERAÇÃO

Presos militares suspeitos de integrar milícia em São Luís

A operação chegou até um major e dois soldados da Polícia Militar, suspeitos de integrar milícia fortemente armada

Uma operação coordenada pelo Secretário de Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela, e pelo comandante geral da Polícia Militar no Maranhão, coronel Frederico Pereira, desarticulou e prendeu suspeitos de integrar uma organização criminosa formada por militares do corporação maranhense, além servidores públicos e outros criminosos.

As Polícias Civil e Militar agiram em conjunto para desarticular a suposta milícia, que seria formada por policiais militares do Maranhão, com atuação na Grande Ilha de São Luís.

Em uma ação que teve início nas primeiras horas desta quinta-feira, 22, um major e outros dois militares foram presos em uma casa na região conhecida como Arraial, no bairro do Quebra-Pote, Zona Rural de São Luís. No local, foi encontrada grande quantidade de armamento, várias caixas de bebidas destiladas e cigarros. Mais cinco pessoas também teriam sido presas na mesma ocasião.

Após a captura, os policiais foram encaminhados para a Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção (SECCOR), no bairro do São Francisco, onde os envolvidos foram ouvidos pelos policiais que realizaram a operação.

Leia também:

Após operação, superintendente da Seic é exonerado 

Associação dos Delegados manifesta-se sobre Tiago Bardal

Delegada Nilmar da Gama é empossada na Seic

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS