MÚSICA

Último RicoChoro ComVida na Praça do ano acontece dia 23

Esta temporada do projeto terá ainda duas edições em janeiro de 2018

Reprodução

O sábado que antecede o Natal reserva um belo presente aos amantes do Choro e da boa música em São Luís. Dia 23 de dezembro acontece o último sarau de RicoChoro ComVida na Praça em 2017 – esta temporada do projeto terá ainda duas edições em janeiro de 2018. Será na Praça Nauro Machado (Praia Grande), a partir das 19h. O evento terá como atrações o Núcleo de Choro do Maranhão, o DJ Marcão (Vinil Social Clube) e o bandolinista Jorge Cardoso, um dos maiores nomes do instrumento no Brasil na atualidade, vindo direto de Fortaleza/CE. A noite contará ainda com as participações especiais do bandolinista Wendell de la Salles, potiguar radicado no Maranhão, e do Regional Maranhense, grupamento formado exclusivamente para a ocasião, reunindo Paulo Trabulsi (cavaquinho), Francisco Solano (violão sete cordas) e Nonatinho (percussão).

Atrações – O DJ Marcão brinca com a velha guarda de Cuba para batizar seu projeto de pesquisa da diversidade musical brasileira, intitulado Vinil Social Clube. Já tem passagens pelo projeto RicoChoro ComVida na Praça.

O Núcleo de Choro do Maranhão é, na prática, uma orquestra dedicada à prática do gênero, formada por estudantes da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo (Emem), sob a batuta do professor de percussão Nonatinho, com a colaboração de outros docentes da tradicional instituição. O grupo tem ocupado espaços importantes, contribuindo, com sua prática, para a difusão do Choro na agenda de entretenimento da capital maranhense.

Potiguar radicado no Maranhão há mais de 10 anos, o bandolinista Wendell de la Salles fixou residência por aqui graças a seu outro ofício: doutor em engenharia química, é professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ele fará uma participação especial durante o sarau de sábado (23).

O Regional Maranhense foi formado especialmente para a ocasião e acompanhará o convidado Jorge Cardoso. O grupo reúne três nomes bastante conhecidos na cena Choro do Maranhão: o cavaquinhista Paulo Trabulsi, remanescente da formação original do Regional Tira-Teima, o violonista sete cordas Francisco Solano, que hoje integra com aquele o mais antigo grupamento de Choro em atividade no Maranhão, e Nonatinho, integrante do Instrumental Pixinguinha, professor da Emem, instrumentista à frente do Núcleo de Choro do Maranhão.

Os saraus de RicoChoro ComVida na Praça são gratuitos e abertos ao público.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS