POLÍTICA

‘‘Chegou a minha vez’’, diz Ricardo

Pré-candidato ao governo do estado, Ricardo Murad confirma seu nome nas eleições majoritárias de 2018 e apresenta compromissos. Um deles é diminuir número de secretarias

Foto: Reprodução

A Comissão Executiva do Partido Republicano Progressista (PRP) oficializou o nome do ex-deputado e ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, como pré-candidato ao governo do estado. Em evento realizado no Hotel Luzeiros, em São Luís, o PRP garantiu que estará na disputa das eleições majoritárias de 2018, e Murad foi o escolhido para liderar a chapa.

Em outubro, quando deixou o PMDB para se filiar no PRP, Ricardo Murad já havia demonstrado disposição para concorrer nas eleições majoritárias. Havia a possibilidade de que ele pudesse vir a tentar uma candidatura para o Senado, fato que agora foi oficialmente descartado.

Com a sua chegada ao PRP, Murad assumiu a presidência estadual da legenda e pôs em prática seu sonho de ser governador do Maranhão, uma vez que se considera “preparado” para tal desafio.

“Sempre tive o desejo de governar o meu estado. Com o convite do PRP para que eu assumisse o partido no Maranhão, chegou a hora. Quero ser governador para implantar um novo modelo de governar. Um governo que, em quatro anos, mostre resultados concretos e restitua a confiança há muito perdida nos políticos”, disse Ricardo.

Além de apresentar seu extenso currículo e os motivos que o credenciam a ser governador, Ricardo Murad aproveitou o evento de ontem para apresentar uma carta-compromisso do que pretende fazer caso eleito. Dentre as propostas que estão no documento, o agora pré-candidato ao governo promete reduzir a quantidade de secretarias estaduais, “acabar com o aumento abusivo de impostos” e “colocar, definitivamente, o estado na primeira linha de desenvolvimento do Brasil”.

“Quero ser governador porque o Maranhão precisa de quem faz, tem ousadia. O povo maranhense quer um governo de resultados. Acredito que chegou a minha vez. Um projeto para o Maranhão exige mudança de verdade, que dê resultados e melhore a vida de todos. Os maranhenses que me conhecem sabem que sou uma pessoa que trabalha, que faz e cumpre aquilo que promete. Sou homem de palavra, de uma só palavra. Nesse momento crucial para o Brasil, mais ainda para o Maranhão, acredito que posso dar uma contribuição”, afirmou.

Ricardo x Roseana

Apesar da forte ligação que possui com a ex-governadora Roseana Sarney, Ricardo Murad fez questão de deixar claro que sua pré-candidatura não tem nenhuma relação com o projeto político da peemedebista. Segundo Murad, os dois mantêm relação de amizade apesar de estarem disputando o mesmo cargo.

“Desejo sorte a Roseana e aos demais pré-candidatos, mas minha pré-candidatura é um projeto do PRP. Avalio como salutar um pleito plural, com várias possibilidades as quais o eleitor possa avaliar as propostas e escolher. Minha candidatura tem este objetivo. Oferecer ao cidadão uma nova possibilidade, uma candidatura que tem propostas concretas para desenvolver o Maranhão”.

Além de Ricardo Murad, a disputa eleitoral para o governo do esta conta, oficialmente, com outros quatro pré-candidatos: o governador Flávio Dino (PCdoB), a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), o senador Roberto Rocha (PSDB) e a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (Podemos).

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS