Bom Jesus

Mulher é encontrada morta na sua própria casa

O corpo foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 16, no Bairro do Bom Jesus, em São Luís; Informações preliminares dão conta que se trata de mais um crime passional

A técnica em enfermagem foi vítima de feminicídio na última quinta-feira, dia 16

Mais um caso de feminicídio foi registrado em São Luís, na manhã desta quinta-feira, 16. Uma mulher foi encontrada morta dentro de sua própria casa, localizada na Travessa Padre Madureira, no Bairro do Bom Jesus.

A vítima, identificada como Domingas Ladiele Sousa Maciel, foi assassinada violentamente à golpes de faca. Até o momento, o principal suspeito do crime é o seu ex-companheiro, um agente de segurança privada conhecido como João Batista. Eles teriam terminado o relacionamento há três meses. Eles estavam juntos há 16 anos juntos e tinham dois filhos.

O corpo foi encontrado por vizinhos que foram ouvidos e contaram que ainda na manhã de ontem Batista teria ido à casa da vítima, houve uma discussão que resultou na morte de Domingas.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para realizar a remoção do corpo. A polícia inicia as investigações e buscas pelo suspeito.

Feminicídio 

Segundos os últimos dados divulgados pelo Departamento de Feminicídio do Maranhão, 29 mulheres foram vítimas de assassinato e 13 sofreram tentativas. De acordo com o mapa da violência, o Brasil é o quinto país no mundo onde mais ocorre morte violenta de mulher. O número de vítimas do sexo feminino no Maranhão, mortas por seus companheiros, tem aumentado em proporção alarmante nos últimos 10 anos. Os homicídios causados por desequilíbrios emocionais, com uso da força masculina, tornaram-se mais frequentes.

“A mulher se liberta, mas o homem continua violento”, diz Delegada Kazumi Tanaka

O feminicídio se destaca por ser um assassinato de uma mulher pela condição do seu gênero, que pode ser em decorrência da violência doméstica, familiar ou qualquer outro tipo.

MOSTRAR MAIS