EXPOSIÇÃO

Arte maranhense é destaque na Expo Indústria 2017

Exposição apresentará um conjunto de 20 pinturas que integram o acervo do escritor e colecionador Eliézer Moreira

Apresentar panorama das artes plásticas produzidas no Maranhão nas últimas décadas, a partir de peças da coleção de Eliézer Moreira, é a ideia do projeto Arte Indústria, durante a Expo Indústria Maranhão. Serão 20 telas, de 20 artistas locais e radicados no estado, entre eles, Jesus Santos, Mondego, Fernando Mendonça, Phillipe Lhullier, Cláudio Costa, Ciro Falcão, Rogério Martins, Airton Marinho e outros.

O projeto Arte Indústria é uma iniciativa do Sistema Fiema, em parceria com Eliézer Moreira, colecionador e escritor, que, ao longo da vida, dedicou-se ao fomento das artes plásticas no Maranhão. Atualmente, o colecionador tem em seu acervo um total de 249 peças, produzidas por artistas maranhenses e radicados no Maranhão – 138 pinturas, 37 gravuras, 69 desenhos, quatro esculturas e uma peça de tapeçaria.

Sua coleção atualmente encontra-se digitalizada e pode ser vista por internautas no portal Arte no Maranhão. Mas quem quiser conhecer e ter a experiência real de contemplação de algumas destas obras de arte poderá acompanhar gratuitamente o projeto Arte Indústria na Expo Indústria que ocorrerá de 8 a 10 de novembro, no Multicenter Sebrae (Cohafuma), das 17h às 22h, realizada pelo Sistema Fiema e correalizada pelo Governo do Estado e Sebrae-MA.

Segundo Eliézer Moreira, a experiência de contemplação de uma pintura é um momento único na vida de um apreciador de arte. “Estar a um metro de uma tela que traz arte genuína é acontecimento único. E conhecer a arte maranhense é algo difícil. Ainda precisamos expor mais as nossas artes. Temos apenas uma galeria permanente, exclusiva para as artes plásticas, que é a Galeria Hum, no São Francisco. Faltam locais de exposição e incentivo aos nossos artistas”, comenta ele.

Quem for visitar à exposição na Expo Indústria, poderá conhecer a beleza e a força de telas de Péricles Rocha, Airton Marinho e outros. “As obras vão apresentar a grandeza de nossa ilha por meio de cenas e paisagens, detalhes, natureza morta, retratos. Fui convidado pelo presidente da Fiema, Edilson Baldez, para preparar uma exposição que mostre a grandeza de nosso estado. É uma forma de criar lanços entre investidores financeiros, criando um ambiente de recepção cultural a eles”, explica Eliézer Moreira.

Uma das obras que será exposta é Ramalhete, de Péricles Rocha, artista com Eliézer Moreira tem uma relação especial. “Vi Péricles Rocha começar a produzir ainda em sua juventude e pude ajudá-lo em sua formação, como incentivador. A obra Ramallhete é de 1989, mesmo ano em que eu a adquiri durante uma exposição realizada no Museu Histórico e Artístico do Maranhão e mede 84 x 64 cm”, diz o colecionador, que em seu site a descreve como uma tela marcada por um intenso colorismo, executada na técnica acrílica sobre tela.

Serviço

O quê? Projeto Arte Indústria, com 20 telas de pintores maranhenses
Quando? De quarta-feira, 8, a sexta-feira, 10, das 17h às 22h
Onde? Expo Indústria Maranhão, Multicenter Sebrae (Cohafuma)
Quanto? Aberto ao público

MOSTRAR MAIS