Política

Governo comanda Missão Ásia este mês

A missão prevê, dentre os principais objetivos, atrair novos investimentos e apresentar as potencialidades do estado, celebrando novas parcerias, como reflexo das últimas conquistas em relação ao setor siderúrgico.

A iniciativa é encabeçada pelo vice-governador Carlos Brandão

Uma missão oficial parte do Maranhão e segue para a Ásia entre os dias 17 e 28 deste mês. O grupo, composto por membros do governo, prefeituras de São Luís e São Mateus do Maranhão, Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Sebrae e empresários, vai visitar China, Coreia do Sul e Vietnã.

A iniciativa é encabeçada pelo vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, e pelos secretários de Indústria e Comércio (Seinc), Simplício Araújo e Projetos Especiais (Sepe), Pierre Januário.

A missão prevê, dentre os principais objetivos, atrair novos investimentos e apresentar as potencialidades do estado, celebrando novas parcerias, como reflexo das últimas conquistas em relação ao setor siderúrgico.

Em setembro passado, o Maranhão foi o único estado brasileiro contemplado em cerimônia de assinatura de atos que aconteceu em Pequim, capital chinesa, no encerramento do seminário empresarial Brasil-China, promovido pela Apex-Brasil. Com a assinatura, foi concretizada a viabilização de todos os documentos já assinados entre o governo do estado e a CBSteel, empresa do campo da siderurgia que aposta US$ 5 bilhões no Maranhão.

Agora, governo, empresários e demais setores vinculados retornam à Ásia. Desta vez, com pretensões que vão além do fortalecimento de laços comerciais, mas que contribuam para alavancar a indústria e os serviços no estado.

Para o vice-governador Carlos Brandão, este é o momento certo para a abertura de novos mercados ao empresariado maranhense. “Estamos organizados, com bons serviços e produtos a oferecer em um Maranhão que hoje apresenta um governo preparado para assumir novas responsabilidades junto ao mercado que se apresenta para nós”.
“Temos a segurança jurídica e institucional necessárias para que esta missão seja concluída com grandes êxitos”, avaliou Brandão.

MOSTRAR MAIS