FOLCLORE

Doces ou travessuras? Aqui, hoje é dia de Saci

Brasil, 31 de outubro: é mais fácil ser visitado pelo Saci-Pererê do que por crianças fantasiadas pedindo doces

A bruxa está solta! Hoje, dia 31 de outubro, é Halloween, festividade pagã comemorada em muitas partes do mundo, sobretudo em países da Europa e América do Norte. As tradições desta data são muitas, entre elas, bater de porta em porta pedindo doces (caso contrário, travessuras serão feitas) e o hábito de fantasiar-se e decorar as casas com abóboras e outros artefatos.

É comum ver em filmes e séries crianças fantasiadas, pedindo doces nas casas da vizinhança (alô, São Cosme e Damião!). Em tempo: os personagens da série Stranger Things, fantasiados de “Os Caça-Fantasmas”

Corta para o Brasil. Por aqui, em terras tupiniquins, o dia 31 de outubro é destinado à celebração de um personagem nosso. É o Saci-Pererê, uma das figuras mais caricatas do folclore brasileiro, inegavelmente presente no imaginário da população.

Conhecido por ter uma perna só, trajar gorro vermelho e fumar cachimbo, Saci é um menino levado que vai de um lugar ao outro dentro de um redemoinho, dá nó nas crinas e rabos de cavalos, prega peças nas pessoas, assobia para viajantes e faz coisas desaparecerem.

O Saci-Pererê ganhou destaque na obra “Sítio do Picapau Amarelo”, de Monteiro Lobato, publicada entre 1920 e 1947. A trama ganhou destaque, depois, numa versão televisiva

O Dia do Saci foi instituído no Brasil em 2013, pelo PL nº. 2.479, dez anos após ser proposto na Câmara dos Deputados. A ideia é valorizar a cultura e o folclore brasileiros e resgatar as tradições típicas, como uma resposta à “americanização” trazida para cá com as festividades do Halloween, originalmente vindas de países anglo-saxões.

No fim das contas, tem gente que não acredita, mas muitos possuem histórias para contar. Menino travesso ou figura maligna? Você diz! Quais são suas histórias com o Saci?

MOSTRAR MAIS