SAÚDE

Ballet fitness é uma boa opção para entrar em forma; saiba mais

Com a junção de dança com repetições para grupos musculares específicos, que podem trabalhar o corpo inteiro, principalmente o abdômen, lombar e glúteos

Foto: Arquivo Pessoal

Quer perder cerca de 500 a 600 calorias por aula, podendo chegar até 800 calorias? O ballet fitness pode ser uma boa opção para quem quer perder aqueles quilinhos extras. Inspirado no ballet clássico, o método foi inventado pela bailaria Betina Dantas, que ao ter uma lesão no tornozelo e precisar deixar o ballet clássico, não conseguiu se adaptar à musculação, nascendo assim a modalidade.

Com a junção de dança com repetições para grupos musculares específicos, que podem trabalhar o corpo inteiro, principalmente o abdômen, lombar e glúteos. Além disso, os exercícios podem melhorar a postura, a flexibilidade e o equilíbrio.

Foto: Divulgação

O profissional de educação física e bailarino Joel Farias, e que o método explica que não é obrigatório saber os passos da para praticar o ballet fitness. “O método une passos básicos do ballet com exercícios funcionais, então durante a aula de uma hora há a mistura desses exercícios. Não é obrigatório a pessoa que vá fazer o ballet fitness ter feito o clássico, mas se já tiver feito, vai se sair bem melhor sem sombra de dúvidas! Mas durante a aula, não exigimos a perfeição na execução, apenas que sejam feito conscientes para que haja o ganho físico desejado pela aluna. Um físico definido igual aos bailarinos”, detalha o profissional.

Quem pode fazer

O bailarino explica que existem alguns cuidados para quem deseja praticar a modalidade. Por exemplo, os exercícios são indicados para maiores de 18 anos e que não tenham patologias muito graves como tornozelo ou joelho quebrado. “É um exercício bastante pesado! Quando existe alguma patologia que não seja tão grave, a gente adéqua os exercícios. No caso de menores de 18 anos, não indicamos”, finaliza Joel.

Fique atento! Somente profissionais habilitados e treinados pela própria Betina podem dar aulas. A medida é tomada para evitar qualquer tipo de problemas, como por exemplo, lesões. Eles precisam ser formados em Educação Física, ser bailarinos profissionais e fazer parte de escolas licenciadas. Aqui na capital, somente a academia Graciele Costa presta esse serviço.

MOSTRAR MAIS