Caso Mariana Costa

Lucas Porto volta ao Complexo Penitenciário São Luís após exames de sanidade mental

Após os procedimentos, realizados no Hospital Nina Rodrigues, o assassino confesso voltou ao presídio; saída do hospital foi de confusão

Reprodução

Lucas Porto, assassino confesso de Mariana Costa, de 33 anos, retornou na manhã desta quinta-feira (17) ao Complexo Penitenciário São Luís, após ser submetido a exames de sanidade mental no Hospital Nina Rodrigues.

Os procedimentos foram realizados por peritos do próprio hospital, mas acompanhados por profissionais contratados pela defesa de Lucas. Também acompanhou a perícia um representante do Ministério Público.

Os advogados de defesa do assassino de Mariana pediram que a perícia fosse realizada durante audiência de instrução. A solicitação foi assinada por José Ribamar Goulart Heluy Júnior, juiz titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri.

Confusão

No momento da saída do Hospital Nina Rodrigues, o clima foi de confusão. Imagens que circulam na internet mostram Lucas saindo do local para ser conduzido à penitenciária, protegido pelo irmão, que bloqueava as tentativas de aproximação da irmã da vítima. Em dado momento, a mulher tenta investir com mais força e tem a cabeça empurrada. Confira o vídeo:

O caso

Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, foi encontrada morta na noite do dia 13 de novembro de 2016, em seu apartamento, no nono andar de um condomínio na avenida São Luís Rei de França, no Turu, em São Luís. Ela é filha do ex-deputado estadual Sarney Neto e sobrinha-neta do ex-presidente da República e senador José Sarney.

O empresário Lucas Porto, de 37 anos, confessou que matou a publicitária. Porto era cunhado da vítima. A motivação seria uma atração que ele tinha por Mariana Costa. A Polícia Civil do Maranhão concluiu que o empresário Lucas Porto, de 37 anos, estuprou e matou por asfixia a cunhada.

MOSTRAR MAIS