CONCURSOS

Banco Central oferece 990 vagas de empregos

No momento, existem mais de 2.000 postos vagos, sem contar com as futuras aposentadorias, ou seja, cerca de 36% do quadro de pessoal do Bacen não está preenchido

Reprodução

Conhecido também como Bacen, BC ou BCB, o Banco Central do Brasil encaminhou, no último dia 31 de maio, ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) um pedido para a realização de novo concurso público. Não foi revelada a quantidade de vagas, mas a expectativa é de que a solicitação seja de, no mínimo, 990 oportunidades – este número se refere ao pedido anterior, enviado em 2015.

É grande a expectativa para a abertura do concurso do Banco Central principalmente devido à sua grande defasagem de pessoal e à pressão por parte dos sindicatos. No momento, existem mais de 2.000 postos vagos, sem contar com as futuras aposentadorias, ou seja, cerca de 36% do quadro de pessoal do Bacen não está preenchido. O déficit total é de 2.356 servidores, sendo 1.944 analistas, 289 técnicos e 123 procuradores – vale ressaltar que o número pode sofrer alterações a qualquer momento. O presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Dario Piffer, chegou a comentar que o BC não consegue atender a toda demanda e que “essa situação traz problemas de toda a ordem, sendo uma das áreas mais prejudicadas a da fiscalização; por conta disso, o Banco Central prioriza somente as demandas consideradas mais importantes”.

Para procurador do Bacen

Em 2015, o Banco Central encaminhou ao Ministério do Planejamento pedido para a abertura de concurso para o preenchimento de 990 vagas de níveis médio e superior com salários de até R$ 17.788,33.
Os cargos contemplados na solicitação foram os de técnico, analista e procurador. A distribuição das ofertas é de 150 vagas de nível médio para a função de técnico, com remuneração inicial de R$6.463,44. E ainda 840 chances para quem possui ensino superior, sendo 800 para analista, com ganho de R$ 16.286,90; e 40 para procurador com salário de R$ 17.788,33. Nos valores mencionados já está incluído o auxílio-alimentação de R$ 458.