Dica de saúde

Mitos e verdades sobre a infecção urinária

Com a chegada do verão em várias regiões do país, o número de infecções urinárias registrados aumenta consideravelmente por conta da temperatura

Por: George Raposo
Foto: Reprodução

Com a chegada do verão em várias regiões do país, o número de infecções urinárias registrados aumenta consideravelmente por conta da temperatura. Ainda assim, há uma diversidade de mitos envolvendo a patologia. Com a missão de alertar a população, a Dr. Regina Paula Ares, ginecologista, fala sobre alguns deles e também lista algumas verdades:

  1. Urinar depois do sexo. (VERDADE)

Durante o sexo, o corpo humano entra em contato com muitas bactérias que, por consequência, podem acabar entrando tanto no canal urinário feminino quanto no masculino. Eliminar o xixi após a prática pode ajudar a remover as possíveis bactérias que se acumulam durante a relação.

  1. Sempre que houver ardor ao urinar o motivo é a infecção urinária – (MITO)

Segundo pesquisas, apenas 20% dos casos de dor e ardor são infecções urinárias. Os outros 80% não apresentam alterações que comprovem. Esse problema pode estar relacionado a infecções ginecológicas, traumatismo local ou irritações.

  1. Evitar segurar a urina –  (VERDADE)

O fato de reter a urina favorece um aumento da população bacteriana da flora local, podendo ocasionar a infecção. O nosso trato urinário tem uma flora bacteriana própria, que coloniza o sistema e é eliminada periodicamente ao urinar.

  1. A limpeza após a evacuação não pode causar infecção urinária – (MITO)

Em quase 90% das vezes a bactéria Escherichia coli, que habita o intestino, é a culpada. Por isso, é tão importante fazer corretamente a higiene íntima, limpando sempre da vagina em direção ao ânus.

  1. Os problemas ginecológicos favorecem o surgimento da patologia – (VERDADE)

As mulheres com infecções vaginais ou corrimentos estão mais predispostas à infecção urinária. A proximidade entre a vagina, ânus e uretra, facilita a contaminação.

  1. A ingestão de álcool e cafeína não influenciam na contaminação – (MITO)

É necessário reduzir consumo desses itens pois eles podem enfraquecer o sistema de defesa do organismo.

  1. Evitar o uso de biquíni molhado por longos períodos – (VERDADE)

O uso prolongado de peças molhadas, como biquínis ou bermudas, aumentam as chances de contrair a doença, devido à proliferação facilitada de bactérias patogênicas (agressoras) no sistema urinário.

  1. Usar roupas justas ou de fibras sintéticas não interfere na patologia – (MITO)

O hábito pode, sim, contribuir para o aparecimento dos sintomas, uma vez que a falta de ventilação pode facilitar na proliferação das bactérias.

  1. Trocar o absorvente íntimo com frequência – (VERDADE)

A presença de umidade e sangue aumenta muito o risco de proliferação de bactérias. Portanto, o correto é não deixar o absorvente íntimo ficar cheio por muito tempo, principalmente se for um absorvente externo, que pode deixar a pele ao redor da uretra úmida e com sangue. Ainda há controvérsias entre os especialistas sobre qual tipo de absorvente é o mais perigoso: internos ou externos. Na dúvida, independentemente do absorvente usado, troque-o com frequência.

Exame mental de Lucas Porto é autorizado pela Justiça

O reú, acusado de matar a cunhada Mariana Costa, deverá ser submetido ao exame nos próximos dias pela equipe do Hospital Nina Rodrigues. Prazo é de 45 a 60 dias

Baldez fala sobre desafios da indústria

Em entrevista a O Imparcial, eleito presidente pela terceira vez presidente da Fiema, aponta soluções para crescimento do setor

IPTU pode ser pago com desconto até 5 de julho

Os contribuintes que optarem pelo pagamento da cota única tem direito a um desconto de 15% se realizaram a quitação antes do prazo estabelecido pela Prefeitura de São Luís

Pai da adolescente quer pistas de seu paradeiro

A adolescente Lorena Luiza desapareceu em maio passado e até agora a sua família vive a agonia de não saber do seu paradeiro

Pesquisa reforça uso de flores na produção de mel

Intenção da Embrapa é mapear a flor apícola nos estados do Piauí e Maranhão para incrementar a produção e ajudar na manutenção da mata nativa

Maranhense vence Brasileiro e obtem vaga no mundial

A competição aconteceu no Ginásio do Morumbi, em São Paulo. Com a conquista, o atleta garante vaga para o campeonato mundial, que acontecerá na Hungria

Prefeitura determina ponto facultativo dia 30

Além do feriado municipal na próxima quinta-feira (29), a Prefeitura de São Luís confirma que o Dia de São Marçal será ponto facultativo

Aprenda a fazer bolo de milho com requeijão

Turbine a receita tradicional de bolo de milho, com um ingrediente simples e que deixa o prato macio e suculento

Assalto no Aeroporto de SL termina com dois baleados

Dupla teria tentado roubar a agência do Correios dentro do saguão do aeroporto. Infraero informa que segurança é responsabilidade do estado

Homem mata esposa a golpes de facão

O crime aconteceu no bairro do Coroadinho; o casal estava em processo de separação

Maranhão é o 5º em óbitos por acidentes de motocicletas

Os dados da Polícia Rodoviária Federal, no entanto, apontam que apesar da posição no ranking, entre 2015 e 2016 houve redução de 5,04% no número de acidentes

Defensoria Pública abre ação contra a Cemar

Após o falecimento de uma idosa no bairro do Renascença, a Defensoria iniciou inspeções por toda região metropolitana de São Luís e identificou irregularidades na fiação elétrica e telefônica

'Forró da Moçada' resgata charme das festas caipiras

Organizada desde os anos 1990 pelo jornalista Nedilson Machado, a festa acontece nesta sexta-feira (23), no Classe Eventos, Av. dos Holandeses

Fusca: de popular à veículo de luxo

Conheça história do modelo da Volkswagen mais vendido no mundo e celebre com amantes do besourinho em São Luís

Governo investe R$ 75 milhões em alimentação escolar

Anunciados ontem (21), na Assembleia Legislativa de São Luís, os investimentos do governo do estado também incluem a capacitação de profissionais que trabalham com alimentação escolar

VEJA MAIS