Novidade

Concorrente da Uber chega a São Luís ainda em janeiro

Aplicativo de mobilidade urbana, o Yet Go deve começar suas atividades na capital maranhense a partir do dia 20 de janeiro

Yet Go é um dos concorrentes da Uber

Ativo no Brasil, e genuinamente nacional, o Yet Go é o novo concorrente direto da gigante Uber, que vez ou outra é motivo de rumores de sua atuação no estado. O serviço nacional, entretanto, já se prepara para desembarcar na capital maranhense, com chegada prevista para o próximo dia 20 de janeiro, segundo o diretor de Operação, Alberto Pereira Júnior.

O Yet Go começou a ser desenvolvido a mais ou menos um ano, em Belo Horizonte, até receber investimentos de grupos de Belém, no Pará, e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A franquia maranhense foi comercializada com pouco mais de 60 dias de atuação do novo serviço, que já funciona também em Cuiabá, além das capitais de origem dos investidores.

Segundo Pereira Júnior, mais de 700 motoristas se cadastraram para operar no serviço, e 100 deles já foram aprovados para dirigir os carros com o serviço na cidade. A tarifa prevista para ser cobrada é de R$ 1,70 para o carro comum e R$ 2,00 para o carro de luxo, a cada quilômetro percorrido. A tarifa base será de R$ 3,00. Comparando com a bandeira 1 do táxi comum, ao utilizar o serviço pelo aplicativo, os usuários têm uma economia de até 40%. Com relação ao táxi de aeroporto, o aplicativo fica entre 50% e até 70% mais barato, dependendo da cidade.
Para atrair a clientela, a empresa ressalta que oferece uma série de promoções, não trabalha com tarifa dinâmica, não cobra tarifa de cancelamento da corrida e mantém fixo o preço do quilômetro rodado.

“O nosso valor é fixo e 40% menor que o do táxi tradicional. Os usuários podem pagar tanto em cartão, quanto em dinheiro, e não é necessário informar o número do cartão para se cadastrar no aplicativo. Mensalmente, faremos o Yet10, corridas a R$ 10,00 para qualquer lugar dentro do município. A promoção já acontece em outras cidades do Brasil e é um sucesso”, contou Alberto. “Recebemos um aporte financeiro de R$ 5 milhões, fazendo com que a empresa cresça mais rápido do que o esperado”, afirmou o executivo.

Concorrência acirrada

Os dois aplicativos, Uber e Yeat Go funcionam de forma semelhante, através do cadastro de motoristas comuns, que passam a operar dentro do serviço, mas algumas diferenças distanciam as duas empresas, sendo a mais profunda no modelo de negócio operado por cada uma.

Enquanto a Uber aceita pagamentos apenas com cartão de crédito, o Yet aceita também em dinheiro, além de cartão. A Uber possui operações apenas de carros e serviços de delivery de comida, mas este apenas em grandes cidades do mundo, enquanto a concorrente nacional oferece carros comuns, de luxo, taxi e também motos.

Quanto ao modelo de negócio, enquanto a empresa americana abre escritórios nas cidades e toda a operação é por conta da própria Uber, a Yet Go funciona como franquia, que, segundo informações em seu site oficial, possibilita a divisão de lucros e maiores resultados nas unidades franqueadas, abrindo várias oportunidades de negócios a cada cidade. A operação passa então a ser de responsabilidade do franqueado de cada lugar.

Aplicativos de táxi

Os aplicativos de táxi, que se diferenciam dos aplicativos de mobilidade urbana, já são ativos em São Luís há bastante tempo. Alguns exemplos são o Easy Taxi, o 99 Taxis e o Movi. Com a falsa sensação da vinda da Uber, causada mais uma vez por uma publicação em rede social, e com a chegada real do Yet Go, o Easy Taxi passou a cobrar mais barato pelas corridas nos últimos dias, uma reação comum do mercado.

Legislação

Em São Luís, um projeto de lei de autoria da ex-vereadora Luciana Mendes, do PP, impede a instalação de serviços como da Uber e do Yet Go na cidade, mas não chegou a ser sancionado pelo Executivo municipal, voltando para o Legislativo, e precisa apenas da sanção do presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum.

 

MOSTRAR MAIS