CONFRATERNIZAÇÃO

Torcida do Moto e Sampaio jogam amistoso

O jogo das torcidas entre Moto x Sampaio realizado no último domingo no estádio Vivaldo Lemos Paixão (Vivaldão) na cidade de Bequimão, acabou ao estilo superclássico em 2×2

tORCIDA DO SAMPAIO
O jogo das torcidas entre Moto x Sampaio realizado no último domingo no estádio Vivaldo Lemos Paixão (Vivaldão) na cidade de Bequimão, acabou ao estilo superclássico em 2×2. A partida que contou com a transmissão da Rádio Bequimão FM 106,3MHZ, levou um grande público ao estádio. A cidade abraçou a ideia, mas a maior torcida foi a rubro-negra, que deixou parte do estádio vermelho & preto.
O jogo começou morno, mas o Sampaio tratou de abrir o marcador por intermédio do torcedor Índio. Após o gol, o Moto acordou e começou mandar no jogo. Em uma bela cobrança de falta, o jovem Carlos Vinícius, mandou para o fundo do gol e empatou a partida. Ainda no primeiro tempo, o time do Moto teve a chance de virar, mas acabou desperdiçando a oportunidade.
Na volta do segundo tempo, o time Motense fez várias mudanças e em uma delas, acabou infringindo o regulamento da partida, que pedia a substituição de novo para novo e veterano para veterano. O técnico do time do Sampaio, Junior Lopes, percebeu o erro e invadiu o gramado. Os torcedores do Papão não aceitaram a reclamação e partiram para o bate-boca. O árbitro que estava vestido com a camisa do MAC; acabou apaziguando e o jogo foi reiniciado.
Após pedir para ser substituído, Carlos Vinícius que havia marcado o gol de empate, voltou ao gramado e novamente em cobrança de falta, virou o jogo para os Motenses, fazendo 2×1. O time da Bolívia Querida estava bastante perdido em campo e com poucas opções no banco, mas em uma falha da zaga motorizada, Cabrinha acabou deixando tudo igual no Vivaldão, em 2×2.
Realizado pelos irmãos Rogério Lopes (Motense) e Junior Lopes (Boliviano), o jogo das torcidas foi beneficente e arrecadou alimentos para famílias carentes de Bequimão. Mesmo sendo em cima da hora, a partida entre Moto x Sampaio ganhou grande repercussão no município e já começa a planejar o jogo de 2016.
Após a partida, todos os torcedores que compareceram ao Vivaldão, foram para o bar beira mar, na orla marítima de Bequimão, onde as pedras rolaram ao som do Reggae Roots, no comando de Rodiney Luciano, Renan Lemos, Denys Brown, Marcos Vinícius (Motense) e Joaquim Zyon, que acabou em festa.
VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias