SÃO PAULO

Lugano deve retornar ao clube após 10 anos

A espera da torcida do São Paulo pela volta de Diego Lugano pode durar somente até o fim desta semana. Isso porque o empresário Juan Figger viajou para encontrar o zagueiro de 35 anos e resolver os últimos detalhes da transferência para o Tricolor Paulista. Amanhã, a tendência é que liberação do beque no Cerro […]

A espera da torcida do São Paulo pela volta de Diego Lugano pode durar somente até o fim desta semana. Isso porque o empresário Juan Figger viajou para encontrar o zagueiro de 35 anos e resolver os últimos detalhes da transferência para o Tricolor Paulista. Amanhã, a tendência é que liberação do beque no Cerro Porteño (PAR) seja concluída.
Os termos e valores do novo vínculo com o time do Morumbi estão praticamente definidos e devem ser finalizados justamente nesta visita de Figger no Uruguai. Na sequência será a vez dos são-paulinos agirem, com o envio de um documento oficial que sirva para o ídolo apresentar ao Cerro e fazer valer uma cláusula que o libera antes do fim do contrato, em agosto de 2016.
Por acordo com o clube paraguaio, essa movimentação do São Paulo só pode ocorrer após o fim deste ano. Os paulistas, no entanto, não devem perder tempo e querem concluir a negociação já no dia 1º de janeiro. Os representantes de Lugano também estão otimistas com o prazo, aumentando as chances de a torcida tricolor começar 2016 com um grande presente.
Os torcedores têm cobrado a diretoria pela volta de Lugano desde o meio de 2015, quando o beque acertou com o Cerro após ser recusado pelo vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro e pelo então técnico Juan Carlos Osorio. A pressão aumentou com os apelos de Rogério Ceni em seu jogo de despedida no Morumbi, quando passou a braçadeira de capitão para o amigo e viu o Morumbi inteiro protestar pelo retorno do ídolo.
A chegada do técnico Edgardo Bauza também pesou para que os cartolas do São Paulo retomassem as negociações com Lugano, que nunca escondeu o desejo de se aposentar no clube pelo qual faturou quatro títulos e três temporadas entre 2003 e 2006. O treinador argentino aprecia atletas experientes e com perfil de liderança com o uruguaio e já indicou o lateral-direito Julio Buffarini e o volante Nestor Ortigoza. Ambos são argentinos e trabalharam com Bauza no San Lorenzo (ARG).
VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias