CORONAVÍRUS

No Maranhão

1226
38174
12741
1028
Corrida Super Ar

Corrida Super Ar atrai atletas de doze estados

Em 2015 foram contabilizadas três mil inscrições, sendo duas mil somente para o percurso de cinco e dez quilômetros.

Corrida Super Ar

A Super Ar acontece desde 2010 em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho com o objetivo de incentivar à prática do esporte, abrindo espaço para que a comunidade em geral possa participar, a partir dos 14 anos até os 60.

Ana Silvia Ferreira Silva, 60 anos, participou pela primeira vez da corrida integrando o pelotão dos 5 quilômetros em busca de saúde e abandonando o sedentarismo.
“Já participei de outras corridas, mas da Super Ar é a primeira vez. Tenho 60 anos e comecei a correr há 6, em busca de saúde e deixar ‘de lado’ o sedentarismo. Faço parte de um grupo que se reúne no Parque Bom Menino, comecei a correr e ganhei gosto”, ressalta.
São Luís recebeu atletas de várias cidades, no último domingo (7), para integrar a quinta edição da Corrida Super Ar, realizada pela Vale, na Avenida Litorânea, em São Luís. De acordo com a organização do evento esportivo, foram contabilizadas, este ano, cerca de três mil inscrições, sendo duas mil voltadas para os percursos de cinco e dez quilômetros.
Somando-se todas as cinco edições em que a corrida vem sendo realizada são contabilizadas mais de dez mil inscrições, e este ano atletas de doze estados compareceram ao evento.
“O balanço da corrida em 2015 é superpositivo, este é o quinto ano de realização e percebemos que ela já faz parte do calendário esportivo do Maranhão, além de ser a pioneira entre as corridas de rua de qualidade. Este ano já temos atletas doze estados diferente e estamos fazendo com que o evento seja conhecido fora do estado”, ressalta o Coordenador do Comitê Organizador da Corrida Super Ar, Edinardo Nascimento.
Os percursos disponibilizados foram: 21,1 km (meia-maratona) nas categorias masculino e feminino; 10 km masculino e feminino; 5 km também masculino e feminino e 5 km masculino e feminino para atletas com deficiência (andante ou cadeirante). Além de premiações que variam entre R$ 300 a R$ 3 000 para os cinco primeiros nos percursos de 21, 1 e 10 km e para os três primeiros nos 5 km e 5 km para pessoa com deficiência.
O atleta paraense Sérgio Silva Rocha, 36 anos, participou da Super Ar pela primeira vez a pedido de amigos. Ele que já pratica basquete para cadeirantes e vôlei sentado, apesar de não ter chegado em primeiro na competição, se mostra contente com o resultado.
“Vim do Pará para São Luís, junto com amigos enfrentamos horas de viagens pelas estradas e treinamos muito, porém não cheguei em primeiro, mas fico feliz com o desempenho”, acrescenta.
Já Josimar da Conceição Silva, 23 anos, veio da cidade de Caxias e pela terceira vez participa da corrida. Este ano ele faturou o primeiro lugar no percurso de 5 km
“É sempre bom participar, melhor ainda é chegar em primeiro. Vim de Caxias, sem patrocínio e estou satisfeito com o resultado”, relata.
A organização do evento também informou que parte do valor arrecadado com as taxas de inscrições será doado para uma instituição sem fins lucrativos.
 
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias