Diesporte

45,9% dos brasileiros não praticam esportes ou atividades físicas, afirma pesquisa

67 milhões de pessoas no Brasil são sedentárias. Deste número 50,4% são homens e 41,2% são mulheres

Brasil possui 67 milhões de pessoas sedentárias

Uma pesquisa inédita sobre o esporte no Brasil, relativa a 2013, realizada pelo Ministério do Esporte foi divulgada na última segunda-feira, dia 22 de junho, e apresentada pelo ministro George Hilton. Ao todo, foram realizadas 8.902 entrevistas. Os dados foram ponderados com base em uma projeção da população brasileira por região, gênero e grupos de idade, feita pelo IBGE para o ano de 2013, de aproximadamente 146.748.000 brasileiros, quantidade equivalente à população entre 14 e 75 anos.

O Diagnóstico Nacional do Esporte (Diesporte), nome dado à pesquisa, mostra que 45,9% da população brasileira é sedentária, o que representa 67 milhões de pessoas em todo o país, sendo que o índice de sedentarismo entre as mulheres é maior do que o dos homens, com 50,4% contra 41,2%. E 25,6% da população brasileira são praticantes de esporte e 28,5% praticam atividade física. Entre os motivos apresentados para a inatividade estão a falta de tempo, motivação ou a famosa preguiça.
Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o indivíduo deve realizar alguma atividade física pelo menos três vezes por semana, em seu tempo livre, com duração mínima de 30 minutos. A Diesporte aponta que a população mais jovem é a que mais pratica atividade física. Nas faixas entre 15 e 19 anos os declarados sedentários são 32,7%, já na faixa 20 a 24 anos o número sobe para 38,1%. A partir daí, a taxa de sedentarismo ultrapassa os 40% e vai crescendo continuamente até atingir 64,4% dos brasileiros entre 65 e 74 anos.
Faixa etária dos praticantes de atividades físicas no Brasil
 
A pesquisa destacou os benefícios trazidos ao movimentar o corpo. A prática regular de algum esporte ou atividade física fortalece os músculos, melhora a frequência dos batimentos cardíacos, melhora a circulação sanguínea, reduz a ansiedade e depressão e evita ou controla doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes e osteoporose. O Diesporte indica também cuidados devem ser tomados antes, durante e depois de qualquer atividade física, como preferir suco ou água a refrigerantes, comer mais frutas, verduras e legumes, evitar alimentos gordurosos, dando preferência aos alimentos frescos e usar sempre filtro solar evitando a exposição ao sol durante a atividade física.
Ainda de acordo com o estudo, a região Sudeste do Brasil possui o maior número de sedentários, em que 41,5% sabem do risco falta de atividade, mas não demonstram em esforço para a prática.
Regiões mais sedentárias e menos sedentárias do Brasil
Entre os entrevistados que praticam esportes, para competir ou simplesmente como lazer, 76,6% jogam futebol, 21,4% vôlei, 4,5% academia e 3%8 corrida. Embora o número de praticantes seja pequeno, se comparado a outros países, o incentivo ao esporte vêm crescendo há pouco menos de um ano para as Olímpiadas e Paraolímpiadas Rio 2016. A iniciativa tem o objetivo de incluir o esporte e a atividade física no cotidiano e torná-los parte da formação integral da população. Todos os dados podem ser consultados no site do Ministério do Esporte.
 
Internauta você pode compartilhar pelo WhatsApp no número (98) 9 9188 8267 informações, denúncias e sugestões para o portal O Imparcial
 
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias