CORONAVÍRUS

No Maranhão

568
353095
309592
10120
TÓQUIO 2020

Brasil perde para Rússia pela segunda vez e fica fora da final

Seleção Brasileira masculina de vôlei vai disputar a medalha de bronze contra o perdedor do confronto entre França e Argentina.

Seleção Brasileira masculina de vôlei perdeu para o Comitê Olímpico Russo por 3 sets a 1. (Foto: Yuri Cortez/AFP).

A Seleção Brasileira de vôlei masculina perdeu para o Comitê Olímpico Russo (ROC, em inglês) pela segunda vez nos Jogos Olímpicos de Tóquio e está fora da final olímpica. No jogo da madrugada desta quinta-feira (5/8), o Brasil perdeu por 3 sets a 1. Agora, os atuais campeões olímpicos brigarão por uma medalha de bronze contra o perdedor do confronto entre França e Argentina, que se enfrentam às 9h (horário de Brasília) desta quinta (5).

A impressão que deu logo no início de jogo era que daria para buscar uma revanche contra os russos na competição, que já haviam vencido o Brasil na fase de grupos por 3 sets a 0. No primeiro set, o Brasil começou bem e abriu grande vantagem e manteve o ritmo de jogo até encerrar o set por 25 a 18.

Mas no segundo, mais desatento, o Brasil viu a Rússia começar o segundo período de jogo com 4 a 1. No embalo, a seleção russa virou bolas na quadra brasileira e abriu vantagem de sete pontos fazendo 14 a 7 pontos. Ainda assim, a equipe brasileira correu atrás e chegou perto de encostar no placar, mas com a grande vantagem, ficou difícil para o time brasileiro recuperar e a Rússia fechou o set por 25 a 21.

O terceiro período do jogo começou melhor para o Brasil que conseguiu abrir boa vantagem, que chegou a ser de nove pontos, mas a Rússia buscou uma virada épica e conseguiu levar o set por 26 x 24. Depois disso, a equipe de Renan Dal Zotto perdeu a confiança e não conseguiu se manter na frente do placar por muito tempo durante o quarto e último período. Os russos fecharam o quarto set por 25 x 23 e chegaram a final olímpica de Tóquio.

Após o jogo, o central Lucão reconheceu que a derrota do terceiro set, no qual o Brasil tinha grande vantagem, mexeu com o emocional do time. “Estávamos com o terceiro set na mão, mas é difícil voltar a ter confiança depois de tomar uma porrada dessa. Os russos sacaram muito forte e dificultaram nossa virada de bola. Isso acontece quando o time está com a confiança em alta. A culpa foi nossa, porque recolocamos eles no jogo”, avaliou em entrevista ao SportTV. 

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias