CORONAVÍRUS

No Maranhão

3897
180560
173757
3914
UM LUGAR PARA RELAXAR

Maranhenses descobrem belezas da própria terra e incentivam retomada da economia local

Veja 5 dicas de passeios cheios de aventuras e encantos para aproveitar com a família

Reprodução

Com tantos meses em casa, de quarentena, experimentando as mais diversas sensações do isolamento social, muitas pessoas têm aproveitado para fazer pequenas viagens pelo estado, ao ar livre, em contato com a natureza. Depois da reabertura das atividades turísticas, setor severamente impactado pela crise da Covid-19, muitos maranhenses passaram a buscar no próprio estado opções de passeios e descobertas.

A dona de casa Francisca Marques não perdeu tempo e, logo que soube da retomada dos passeios, viajou com a família para se refrescar nas lagoas azuis dos Lençóis Maranhenses. “Ficamos esse período todo em casa, estávamos muitos ansiosos e estressados, então aproveitamos essa reabertura para fazer essa viagem, relaxar um pouco mais e ter esses momentos maravilhosos ao lado do meu esposo e dos meus filhos. Foi muito bom e tomamos todos os cuidados necessários”, detalha.

A dona de casa Francisca Marques, ao lado do marido, nos Lençóis Maranhenses. Foto: arquivo pessoal

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

A reabertura do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses já era aguardada com ansiedade por milhares de pessoas. Para receber visitantes, entretanto, há uma série de normas sanitárias que precisam ser respeitadas; são as medidas de prevenção contra a Covid-19 estabelecidas pelo estado do Maranhão e pelos municípios de Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz, que estão localizados dentro da unidade de conservação.

As recomendações se aplicam a todos os prestadores de serviços, agências e operadores de turismo que atuam no Parque dos Lençóis, e os turistas devem ser orientados sobre as novas determinações, as quais eles também precisam seguir.

De acordo com o coordenador Estadual Turismo e Cultura– SEBRAE/MA e Coordenador Estadual Rota das Emoções MA, PI e CE, Luis Walter Muniz, os protocolos de segurança sanitária foram estabelecidos pelo Ministério do Turismo, pelos Governos Estaduais e Municipais de cada lugar e têm os decretos de retomadas, que estão sendo seguidos, com a peculiaridade de cada município. Ele acrescenta que alguns atrativos que fazem parte da Rota das Emoções, mas estão localizados no Piauí não foram reabertos.

Viagens de carro

De acordo com o SEBRAE/MA, a tendência é que o turista faça a opção de viagens por meio da malha rodoviária.

“Há uma preocupação com a segurança epidemiológica de outros países, o retorno dos voos, que está ocorrendo ainda e, além disso, a percepção do turista mudou, sendo mais exigente em relação à segurança sanitária dos estabelecimentos de turismo, isso provoca um diferencial competitivo”, pontua o coordenador Luis Walter.

Destinos disputados

No Maranhão, os destinos mais visitados principalmente por pessoas que moram na capital, São Luís, neste primeiro momento, são os Lençóis Maranhenses (Barreirinhas e Santo Amaro); os Pequenos Lençóis (Paulino Neves e Tutóia); além de outros pontos turísticos próximos à rodovia BR-402, como Morros e Axixá, cidades conhecidas pela região de banhos em rios caudalosos.

Na própria Ilha de São Luís, as praias dos municípios que compõem a região metropolitana também têm atraído muita gente, como os passeios por Raposa e São José de Ribamar.

Paraíso perdido

Se Barreirinhas e Santo Amaro, na região dos Grandes Lençóis, já são velhos conhecidos de muita gente, quem busca conhecer algo novo e encantador vai se surpreender com a cidade de Tutóia, localizada no norte do estado, entre o Delta do Parnaíba e os Lençóis Maranhenses, a 470 km de estrada de asfalto, partindo da capital maranhense.

Pousadas no município de Tutóia estão preparadas para receber os turistas. (Foto: Patrick Araújo)

Por lá, os encantos são as belezas naturais, que estão por todos os lados, em lugares paradisíacos, como o Arpoador, a Praia do Amor e os Pequenos Lençóis, Arpoador. Além das praias, é possível passear pelas Ilhas do Delta, que têm uma diversidade de vegetação, de crustáceos e de onde é possível contemplar a bela revoada de guarás, presença certeira nos manguezais.

No roteiro, a passagem pelo cemitério de navios, que há muitos anos ficaram encalhados na região do Delta, é uma atração à parte.

O presidente da Associação do Trade Turístico de Tutóia (Atratur), Patrick Araújo, que também é proprietário de uma pousada no município, destaca que as medidas sanitárias estabelecidas pelo Ministério do Turismo, Estado e Município já foram implementadas nas empresas associadas à Atratur.

“Buscamos estratégias e capacitação com os órgãos responsáveis desde o primeiro momento de pandemia, com treinamentos para a retomada das atividades. Voltamos à operacionalizar com todos os protocolos aplicados de segurança sanitária nos meios de hospedagem, nos meios de alimentação e nos passeios. O Ministério do Turismo lançou o selo do turismo: responsável, limpo e seguro, no qual as nossas empresas tiveram participação e todas elas estão com o selo e aptas a trabalharem. Estamos funcionando e aguardando a todos”, convida Patrick.

Descobertas “digitais” influenciam e aumentam o desejo de viajar

Para quem é fã de passeios descomplicados, próximos de casa e baratos, as redes sociais têm hoje uma grande gama de páginas especializadas em turismo local, com informações as mais diversas para facilitar a busca por um destino alternativo e, ao mesmo tempo, imperdível.

Assim é a página “Viajados Raiz”, administrada pelo criador de conteúdo digital, Bringel Serra. A proposta do perfil no Instagram é apresentar destinos incríveis do estado que não exijam muitos gastos.

“A proposta é que as pessoas passem a conhecer mais o nosso estado, que tem lugares lindos. Além disso, apresentar para as pessoas que é possível viajar sem gastar muito, por meio de um planejamento e fazendo pesquisas, com um valor acessível. É uma forma de sair da rotina e não ficar preso nos mesmos lugares, pois em São Luís tem muitos atrativos e em nosso estado nem se fala. Na página, faço postagens dos lugares que já fui relatando a experiência e dando as informações do local, auxiliando  nas principais dúvidas” conta.

5 aventuras perto de casa

Se bateu a vontade de experimentar um roteiro cheio de descobertas assim, aqui vai uma lista de aventuras que O Imparcial criou com a colaboração do expert Bringel Serra. Programe-se e confira!

1) Ilha do Medo

Nascer do Sol exuberante na Ilha do Medo. Foto: Bringel Serra (Viajados Raiz)

A Ilha do Medo é uma pequena ilha a noroeste de São Luís do Maranhão, separada desta pelo canal do Boqueirão, localizada na parte central do Golfão Maranhense. É um dos maiores fragmentos de estrutura sedimentar que compreende toda a região do litoral maranhense. A ilha está 6,2 km da cidade de São Luís.

Os mangues predominam no litoral da região e é possível encontrar piscinas naturais, na ilha. O local é habitado por poucas famílias, que vivem basicamente da pesca.  Quem quer visitar precisa se preparar, pois a ilha não tem restaurante e nem pousada disponível, então desfrutar do local é um desafio para aventureiros que curtem a conexão com a natureza.

2) Ilha de Tauá-Mirim

Praia do Amapá na Ilha de Tauá-Mirim. Foto: Bringel Serra (Viajados Raiz)

Localizada a 20 km do Centro de São Luís, entre o Estreito dos Coqueiros e a Baía de São Marcos, a Ilha de Tauá-Mirim, onde só é possível se chegar por via marítima, ainda preserva ares rústicos e a simplicidade de uma comunidade que se sustenta por meio da extração de recursos naturais. A ilha se estende aproximadamente da altura de Porto Grande, ao norte, até o limite com a ilhota Tauá Redonda, já nos contrafortes do Campo de Perizes, ao sul.

A região é constituída por extensos manguezais, capoeiras, babaçuais, nascentes, juçarais e remanescentes de mata amazônica. Entre os animais, é possível ver macacos, papagaios do mangue (curicas), garças, revoadas de guarás e outros. Nesta Ilha, um dos cenários mais apaixonantes é a Praia do Amapá.

03) Praia do Amor

Destino perfeito para quem quer aproveitar a natureza com um pouco mais de tranquilidade. Foto: Divulgação

Amor é a palavra que melhor define uma praia pouco conhecida na região Itaqui-Bacanga. Distante pouco mais de 6km do Anjo da Guarda, o acesso só pode ser feito pela BR-135, próximo à entrada do Terminal da Ponta da Espera. Por estar localizada em Área Militar, o acesso só pode ser feito nos horários entre 9h às 17h, aos sábados, domingos e feriados. Após uma pequena caminhada pela mata, o visitante é agraciado com uma das melhores vistas da Baía de São Marcos, a Praia do Amor! Mas lembrando, só se aventure caso tenha alguém experiente que comande essa atividade mato adentro.

04) Lagoa do Cassó

Um dos destinos mais procurados para quem quer fugir da rotina e aproveitar. Foto: Divulgação

Ela fica a 207 km de São Luís-MA, no município de Primeira Cruz. Para quem busca um fim de semana tranquilo, é um ótimo roteiro. A Lagoa do Cassó possui 5 km de extensão, com água calma e transparente. Um lugar cercado de matas nativas e onde a natureza, ainda preservada, guarda surpresas para quem se aventura a desbravar a região. Além disso, ainda conta com as famosas redinhas na beira da Lagoa, o que lembra muito as da praia de Jericoacoara.

05) Raposa

Para quem quer aproveitar dunas e praias de água morna o lugar certo são as “Fronhas Maranhenses”. Foto: Divulgação

São rios, mangues, praias, uma mistura de biomas que faz do município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, um dos lugares mais belos do Maranhão e o destino das férias de muitas pessoas. Dunas e praias com águas mornas recebem o nome de “Fronhas Maranhenses” e, facilmente, atraem turistas. Para chegar a esse ponto somente por via marítima e as embarcações ficam atracadas na área do Viva Raposa. Nelas, os turistas podem ter acesso a diferentes passeios.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias