CORONAVÍRUS

No Maranhão

1986
72021
50210
1797
GRATIDÃO

Alunos surpreendem professores após semestre de aulas on-line

Estudantes universitários “investigaram” a vida dos professores para homenageá-los em meio a isolamento social

Era pra ter sido um semestre cheio de experiências novas e enriquecedoras para quem tinha acabado de sair do ensino médio e entrou na tão sonhada graduação. Mas aí veio a pandemia do novo coronavírus e os planos dos calouros nas instituições de ensino foram freados. No Maranhão, há 3 meses, as aulas presenciais foram suspensas. Surgiram dúvidas, medos e dificuldades. Em vez da sala de aula com lousas e projetores, alunos e professores passaram a se encontrar diariamente pela tela do computador, ou do celular, nas aulas on-line.

A mudança exigiu esforços de todos os lados. “A gente está passando pela mesma coisa, então eu acho que essa experiência de fazer tudo à distância acabou unindo mais a gente, porque um ajuda o outro, ensina o outro, fica um puxando o outro, e isso uniu muito a gente”, relata Luana Pontes Reinaldo, líder da turma que acaba de concluir o primeiro período do curso de Odontologia em uma instituição particular da capital maranhense. E foi exatamente essa união da turma de Luana que permitiu a realização de uma surpresa cheia de carinho e gratidão, em reconhecimento ao esforço que ela e os amigos viam do outro lado da tela, todos os dias: o cuidado e a dedicação dos professores.

“Tudo o que a gente passou até agora, nessa pandemia, esse esforço que a gente está fazendo aqui para conseguir concluir esse período, todo mundo junto… A gente fica sempre junto pra ninguém desistir do curso. Os professores ficam dando força, dando dicas, enviando vídeos, links de aulas extras que poderiam nos ajudar, sempre ajudando a gente, até fora do âmbito acadêmico, dando conselhos, incentivando a gente a ser profissionais melhores. A gente tem um carinho muito grande por eles”, enfatiza a universitária.

Turma do 1° período de Odontologia de uma instituição particular de São Luís posa para foto cheia de empolgação antes da pandemia. Crédito: Divulgação

Doce ideia

No fim de uma dessas aulas, quando os amigos começaram a conversar sobre o quão delicado foi concluir o primeiro período do tão sonhado curso superior em meio a uma pandemia, surgiu a ideia de presentear os mestres a quem tanto admiram. Como “presente” do destino, uma das alunas trabalha com produção de doces, o que facilitou a preparação das surpresas. “A gente combinou de todo mundo depositar na conta dela uma taxa para presentear os professores. Ninguém ficou de fora, nossa turma é bem unida. Escolhemos as caixas com bombons, salgadinhos, fotos da turma, mensagens. Para passar aos professores o carinho que a gente tem por eles”, ressalta Luana. Os alunos arrecadaram, entre si, pouco mais de R$200, que foram usados para comprar os produtos das cestas escolhidas para os quatro professores do primeiro período da graduação.

Definidos os presentes, o segundo passo foi organizar a entrega dos mimos, mas, para isso, antes era preciso saber onde os professores moravam. “Para entregar, foi um pouquinho mais complicado, porque a gente queria fazer surpresa para todos, então não dava pra perguntar nada pra eles. Eu tive que stalkear [analisar] perfil por perfil [nas redes sociais] de professor. Eu consegui os endereços com os parentes, que foram os nossos cúmplices”, revela a líder da turma.

Mariana Lopes é odontóloga e professora do curso de Odonto. Marido dela ajudou os alunos passando endereço e mantendo segredo em casa. Foto: Divulgação

“Foi emocionante demais! Recebi o presente na véspera do Dia dos Namorados, meu marido teve que correr atrás de superar a surpresa”, brinca a odontóloga e professora Mariana Lopes, que soube da ajuda do marido aos alunos na hora em que recebeu a cesta de doces. “Ele foi um cúmplice, foi quem passou o nosso endereço”, comenta orgulhosa Mariana.

A coordenadora do curso, Nayra Vasconcelos, também é professora da turma e ficou cheia de felicidade com a demonstração dos calouros. “Achei lindo demais, além de acreditar que nossos professores têm feito um bom trabalho para receber essa homenagem”, opina Nayra, cujo marido também ajudou a turma com o endereço para a entrega do presente.

Nayra Vasconcelos, coordenadora do curso, acredita que professores têm feito um bom trabalho e, por isso, mereceram o reconhecimento. Foto: Divulgação

Os professores Felipe Bueno e Sandra Maia também foram surpreendidos e usaram as redes sociais para expressar o quanto ficaram alegres e emocionados com a surpresa preparada pelos alunos.

Os professores Felipe Bueno e Sandra Maia compartilharam a alegria pela surpresa recebida com os amigos, nas redes sociais. Foto: Divulgação

Aulas on-line

Agora, que os alunos concluíram as aulas do primeiro período, eles estão em plena semana de provas, realizadas da mesma forma que as aulas: on-line. Os estudantes entrarão de férias e, quando retornarem, provavelmente, já poderão frequentar os ambientes do Centro Universitário, mas com restrições e normas estabelecidas em protocolos sanitários, a fim de evitar o contágio pelo novo coronavírus.

No Maranhão, a previsão do Governo do Estado é que as atividades presenciais nos estabelecimentos de ensino sejam retomadas a partir de 01 de julho, de forma gradual: inicialmente, serão retomados cursos de graduação e de pós; depois, os demais níveis dos ensinos médio, fundamental e infantil.

Quando a pandemia for controlada e as aulas on-line já não forem mais tão necessárias, algo muito especial estes alunos sempre sentirão: a gratidão, afinal, a pandemia também serviu para ressignificar muitos conceitos e valores. “A gente conversa mais com os colegas e com os professores assim do que presencialmente. Quando começamos, no presencial, a gente ainda estava um pouco tímido e não se falava muito. Agora – não sei se é porque a gente pegou uma intimidade ou se é porque a gente está mais confortável em casa – a gente pergunta, a gente fala sobre coisas que às vezes nem são das disciplinas deles. Eu, como líder de turma, posso dizer: somos muito amigos, eu amo todos”, conclui Luana, cheia de otimismo com o que vem pela frente.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias