CORONAVÍRUS

No Maranhão

754
1247
62
1
CARNAVAL 2020

Banho de Axé faz abertura simbólica do circuito de carnaval da Beira-Mar 2020

Momento lúdico que representa a limpeza e a purificação da alma, o banho também faz alusão ao direito da fé e do empoderamento do povo negro.

Divulgação

Povos tradicionais de terreiros do Maranhão, grupos de capoeira e Blocos Afros fizeram a abertura simbólica do circuito Beira-Mar no Carnaval 2020 neste domingo, 23, com um Banho de Axé na avenida. 

Momento lúdico que representa a limpeza e a purificação da alma, o banho também faz alusão ao direito da fé e do empoderamento do povo negro.

“É um momento em que mostramos ao mundo que nós, enquanto religião afrodescendente, temos os nossos direitos e os nossos valores. Embora estejamos no carnaval, é um momento de fé e de mostrar que lutamos por nossos direitos”, avalia Katia Suelma, do Centro Espirita e Tambor de Mina Iansa e Oxossi Caboclo Roxo (Cetmio), terreiro situado no bairro São Cristóvão, em São Luís. 

Anistelmo Damião preside o Bloco Afro Aruanda, que também participou do momento. Para ele, o importante é a mistura pacífica de raças e credos. 

“Fazer parte do carnaval do Maranhão é mostrar todas as raças, todas as nossas origens, principalmente a africana e a indígena. O Brasil de todas as raças, de todos os tons, isso é gratificante”, comenta Anistelmo. 

Com o Banho de Axé foi dada a largada à festa no circuito que desde 2017 caiu no gosto dos brincantes. Neste domingo passam pela avenida a cantora Maria Rita, liderando o Bloco do Bem, e o grupo maranhense Lamparina, comandando outro bloco, que terá o grupo Cidade Negra como convidado.

Folia no Centro Histórico

Assim que chegou a São Luís, Maria Rita falou sobre sua expectativa em tocar pela primeira vez no Maranhão e em pleno carnaval de rua. 

“Tô meio com a boca seca, com frio na barriga, mas é de nervoso, de ansiedade. Eu tô muito feliz, muito realizada, e espero que eu consiga trazer uma folia democrática, feliz e bonita para essa cidade”, afirmou a cantora paulista.  

Na segunda-feira (24), a banda Jegue Folia, o grupo Sindicato do Samba e baianidade de Margareth Menezes animam os foliões. 

No mesmo dia, nos trios, passam pela avenida o bloco de reggae da Tribo de Jah, que terá a participação do cantor internacional Kenyatta Hill, e o bloco do grupo Argumento, que fará dobradinha com o grupo Bom Gosto, fazendo todo mundo cair no samba.

No último dia, na terça-feira (25), a Beira-Mar vai receber no palco Mano Borges, Bicho Terra e Zeca Baleiro. Entre os trios, o destaque vai para o bloco da cantora Flávia Bittencourt, que terá a companhia dos cantores Jaloo e Mariana Aydar, e o bloco Bota pra Moer, liderado pelo duo Criolina, com participação de Duda Beat e do cantor Otto.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias