CULTURA

A MPB como produto de exportação e “cartão de visita”

O diretor de fotografia Renato Falcão dirigiu a gravação do DVD da cantora Flávia Bittencourt, em São Luís, e mira o mercado internacional com esse trabalho

Reprodução

De Nova Iorque (EUA), onde mora, para São Luís, onde veio a convite da cantora Flávia Bittencourt para fazer a direção show de gravação do DVD Eletrobatuque, o aclamado diretor de fotografia Renato Falcão trouxe na bagagem toda a sua experiência como diretor de fotografia, film maker, produtor com mais de 15 anos de estrada e elogiadas produções nacionais e internacionais sob a sua responsabilidade.

O gaúcho Renato Falcão foi morar nos Estados Unidos logo depois de finalizar o filme Presságio, que venceu o Kikito de melhor fotografia em Gramado. Em solo americano, Falcão estudou na New York Film Academy, onde viu um pouco de tudo da área, mas sempre focando de forma especial na fotografia. Após uma série de curtas, ele fez seu primeiro longa, a Festa de Margarette em 2003. Mas foi na produtora Blue Sky Studios nos Estados Unidos, em parceria com o premiado amigo e também brasileiro Ricardo Saldanha, que Falcão iniciaria uma longa carreira como diretor de fotografia de animações famosas.

E unindo sorte ao seu grande talento na fotografia, Renato Falcão acabou participando de filmes de animação consagrados mundialmente como Rio (2011), A Era do Gelo (2012), Reino Escondido (2013), Rio2 (2014), Snoppy – O Filme (2015), A Era do Gelo 2 – O Big Bang (2016) e O Touro Ferdinand (2017), nos quais assina a direção de fotografia.

Com mil projetos em cinema e mini séries para o streaming media a exemplo de canais como a Netflix; Renato também flerta com a música brasileira, e aposta na mesma como um grande produto de exportação, com uma grande potencial internacional, a exemplo do seu mais recente trabalho nessa área, o DVD Eletrobatuque da cantora maranhense Flávia Bittencourt que tem tudo para despontar mundo afora com esse projeto que teve patrocínio do Empório Fribal e do Governo do Maranhão, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura; e do qual a cantora Sandra de Sá teve participação especial no show gravado na Concha Acústica Reynaldo Faray em São Luís.

Para Renato, a música de Flávia Bittencourt e esse DVD chegarão ao mercado com grandes apelos internacionais: “Nosso desafio nesse DVD é mostrar a riqueza de sonoridade que foi esse show ao vivo, fiquei muito feliz com o resultado das filmagens e acredito fortemente na música brasileira como um grande produto de exportação e um belo cartão de visita do nosso país, a exemplo de Eletrobatuque, trabalho no qual a Flávia foi muito feliz nessa mistura de ritmos nordestinos com batidas eletrônicas. Ela conseguiu variar bastante em cena em termos de musicalidade, mas sempre mantendo a sua marca e personalidade artística. Temos que apostar muito na música brasileira como produto de exportação e de venda de imagem positiva do Brasil”, disse ele.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS